Congresso recria frente parlamentar mista em defesa da Previdência Social

Por
|

Presidente e diretor parlamentar da FenaPRF participam de evento em defesa da Previdência Social – Foto: Agência FenaPRF

A Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) participou nesta terça-feira (31) da cerimônia de relançamento da Frente Parlamentar mista em Defesa da Previdência Social, no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal. O presidente da FenaPRF, Pedro Cavalcanti, e o diretor parlamentar da entidade, Renato Dias, representam o sistema sindical dos PRFs no importante evento.

A Frente parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social vai reunir deputados e senadores que lutam contra a desvalorização do maior bem conquistado aos cidadãos brasileiros após anos de lutas. A Previdência Social é a segurança mínima que os empregados têm para viver a aposentadoria de forma confortável.

Centenas de sindicalistas, representantes de diversas categorias de trabalhadores, da iniciativa privada e do setor público, lotaram o auditório no Senado para acompanhar a cerimônia. A frente conta com o apoio de mais de 50 entidades, sobretudo organizações sindicais.

A bancada suprapartidária de senadores e deputados federais pretende atuar em defesa da manutenção dos direitos sociais, da gestão transparente da Seguridade Social e do equilíbrio financeiro e atuarial da Previdência Social pública e solidária.

Centenas de sindicalistas lotaram o auditório Petrônio Portela no Senado – Foto: Agência FenaPRF

O auditório lotado aplaudiu os discursos marcados por críticas a propostas apontadas como parte de futura reforma da Previdência. Entre as medidas, se inclui a fixação de idade mínima de aposentadoria, que poderia chegar a 65 anos, valendo a mesma idade para homens e mulheres. Primeiro a falar e organizador da frente, o senador Paulo Paim (PT/RS) assegurou que a frente atuará de modo “intransigente” para que sejam mantidos os direitos sociais e previdenciários.

“Nossa tarefa não será fácil, pois os ataques serão enormes. Mas temos certeza que, com nossas convicções e consciência, sairemos vencedores. Devolvam o Ministério da Previdência aos trabalhadores e não mexam na CLT, e vida longa à previdência pública brasileira” disse o senador.

A FenaPRF foi uma das patrocinadoras do evento e vai acompanhar de perto todos os debates e mobilizações que serão realizadas nos próximos meses pela frente parlamentar.

Troca de conhecimento
O período da tarde foi marcado por um seminário. Especialistas de áreas ligadas à previdência e economia palestraram e apresentaram seus pontos de vista sobre as mudanças que podem estar por vir. “Todas as reformas feitas desde a Constituição Federal de 88 tendo o déficit como justificativa não se sustentam. Não concordo em chamar as modificações de reforma, a palavra adequações é mais correta. Tem que se avaliar todo um quadro”, afirmou Melissa Folmann, coordenadora da Pós-Graduação da PUC/PR.

 

*Com informações da Agência Senado


A reprodução desta notícia é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência FenaPRF’

Notícias Relacionadas:

  1. Relançamento da Frente Parlamentar em defesa da Previdência é adiado
  2. FenaPRF participa de debate para relançamento de Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social
  3. Frente em defesa da Previdência Social será relançada no Senado
  4. Frente Parlamentar em defesa da Previdência será relançada na próxima terça-feira
  5. FenaPRF participa de lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Trabalhadores