Diretor da FenaPRF defende maior rigor da justiça em casos de violência a agentes públicos

Por
|

O diretor jurídico da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, Jesus Caamaño, participou no último dia 04 de julho de audiência pública para discutir a violência sofrida por integrantes do Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM) em operações.

A motivação da audiência surgiu quando, em maio, a equipe integrada por auditores fiscais do trabalho, PRFs e procuradores do trabalho foi recebida a tiros em uma operação de combate ao trabalho escravo em São Félix do Xingu (PA).

De acordo com Jesus Caamaño, a justiça precisa agir de forma mais eficiente para que essa violência contra os servidores públicos seja combatida. “Algumas poucas famílias acham que estão acima da lei, da ordem e do Estado. Infelizmente a gente vive hoje uma onda nacional que aumentou, sobremaneira, a audácia desses criminosos contra as instituições democráticas”, destacou o diretor jurídico da FenaPRF.

Veja o discurso na íntegra:

Notícias Relacionadas:

  1. Diretor Jurídico da FenaPRF participa de audiência pública para discutir o código penal
  2. Parentes relatam casos de violência policial e cobram justiça durante audiência pública em Goiânia
  3. Diretor da FenaPRF mostra a importância do Ciclo Completo no dia a dia do policial rodoviário federal. Assista ao vídeo com entrevista
  4. Segurança Pública promove debate sobre casos de “justiça com as próprias mãos”
  5. Viação aprova maior rigor em fiscalização de fabricação de explosivos