Entidades de classe debatem estratégias do estudo da expectativa de vida dos policiais

Por
|

Foto: Agência Fenapef

Representantes da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (Fenapef), do Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol/DF), Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (Fenadepol) e da prestadora de serviço médico Grupo Elo estiveram reunidos durante a manhã e tarde de hoje (21) com técnicos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para definição das ações estratégicas e levantamento de informações sobre o estudo da expectativa de vida do policial rodoviário federal, do policial federal e do policial civil do Distrito Federal.

O encontro foi realizado na Fenapef e participaram pela Fenapef, a Diretora de Comunicação, Magne Cristine e o Diretor de Seguridade social, Sérgio Bezerra Pinheiro; pela Fenaprf, o Presidente Pedro Cavalcanti, o Diretor Jurídico Tiago Arruda e o Diretor de Políticas Sociais Homar Aurélio; pelo Sinpol/DF a Segunda Vice-Presidente Marcele Almeida e a Diretora Médica Adjunta Aurea Cheruelli,  pela Fenadepol, a Vice-Presidente Viviane da Rosa e a Diretora de Assuntos Sindicais  Maria do Socorro Nunes; Pelo Grupo Elo, Márcia Matano e Alianne Freitas; e pela FGV,  o coordenador da pesquisa Gerson Silva e o Médico Alexandre Ghelman.

O estudo que vem sendo realizado objetiva realizar um levantamento sobre a expectativa de vida do policial rodoviário federal, do policial federal e do policial civil do Distrito Federal através da coleta de dados e extração de estatísticas que apontem questões críticas da rotina de trabalho, as principais doenças que acometem os policiais; causas mortis de policiais, atividades profissionais mais estressantes e o ponto de equilíbrio atuarial da previdência.

Nessa etapa a FGV discutiu com as entidades sobre a forma de coleta das bases de dados e das entrevistas qualitativas que serão desenvolvidos junto aos órgãos, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil do Distrito Federal. O cronograma dos trabalhos da FGV envolve ações sistemáticas a serem desenvolvidas em conjunto com as entidades participantes e órgãos policiais. A primeira etapa do estudo será entregue no próximo dia 17 de outubro.

Fonte: Agência Fenapef

Notícias Relacionadas:

  1. Estudo com apoio de entidades vai avaliar a expectativa de vida dos policiais
  2. Estudo sobre expectativa de vida do policial ganha apoio de outras entidades
  3. Estudo sobre expectativa de vida dos policiais começa a ganhar forma
  4. Conselho de Representantes avalia campanha salarial e aprova estudo sobre expectativa de vida dos PRFs
  5. FenaPRF, Fenapef e Sinpol/DF vão realizar pesquisa sobre a expectativa de vida de policiais