FenaPRF debate PL 5865/16 em reunião com o Ministro da Justiça

Por
|

Entidades conversam no MJ sobre o PL 5865/2016 – Foto: Agência FenaPRF

Representantes da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) se reuniram na última terça-feira (11) com o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em Brasília, para debater sobre o PL 5865/2016.

A Audiência ocorreu na sede do Ministério da Justiça (MJ) e contou ainda com a participação de outras entidades sindicais, do deputado João Campos (PRB-GO) e do senador José Medeiros (PSD/MT), responsável por organizar a agenda com o Ministro, a pedido da FenaPRF.

O diretor parlamentar da FenaPRF, Renato Dias, e o diretor financeiro da entidade, Ricardo Sá, participaram do encontro e tiveram a oportunidade de abordar junto ao Ministro da Justiça todo o processo de tramitação do PL 5865/2016 no Congresso Nacional.

O pedido da FenaPRF, e das demais entidades presentes na reunião, é pela tramitação célere da proposta, sem interferências do governo, para que os reajustes acordados entrem em vigor já a partir de janeiro de 2017.

O PL5865/2016 já tramita em regime de urgência na Comissão Especial, com prazo máximo de 10 sessões para apreciação da matéria. A leitura e votação do parecer do relator, deputado Laerte Bessa (PR/DF) já está inclusive marcada para o dia 18 de outubro. O texto tem ainda caráter conclusivo e, se for aprovado, já segue direto para o Senado.

Após as explicações das categorias sobre a tramitação do projeto, o ministro Alexandre de Moraes foi enfático ao dizer que a prioridade do governo no momento é a PEC 241/2016 (Teto de Gastos), mas que não há qualquer movimento interno para barrar o PL de reajuste.


A reprodução desta notícia é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência FenaPRF’

 

Notícias Relacionadas:

  1. FenaPRF é convocada para reunião de urgência com o Ministro da Justiça
  2. Ministro da Justiça recebe FenaPRF para discutir pauta específica
  3. FenaPRF se reúne com ministro da Justiça
  4. Confirmada reunião com o Ministro da Justiça
  5. FenaPRF e SinPRFs querem agilidade na tramitação do PL 5865/2016