Lideranças sindicais da FenaPRF participam de oficina sobre o lucro social como ferramenta de negociação

Por
|

Dovercino Borges Neto e Frederico França participam de oficina sobre lucro social. Foto: ASMETRO-SN

Representantes da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) e do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais de Pernambuco (SINPRF/PE), como integrantes do sistema sindical dos PRFs, participaram nesta semana, entre segunda e quarta-feira (19-21/09) de uma importante oficina para entender o lucro social e como o mecanismo pode ser utilizado nas negociações sindicais.

Pelo terceiro ano consecutivo o curso foi oferecido pelo ASMETRO-SN (Sindicato Nacional dos Servidores do Inmetro). A III Oficina Lucro Social: Ferramenta de Negociação e Transparência no Setor Público, reuniu a representação de diversas entidades para debater o tema e seus efeitos e perspectivas no presente e futuro, com palestras, trabalhos em grupo, apresentação de vídeos motivacionais e muito debate.

Além de dirigentes sindicais da FenaPRF e dos SINPRFs, também participam representantes da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (CONDSEF), Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômios (DIEESE), Sindicato dos Servidores da SUFRAMA (SINDFRAMA), Sindicato dos Trabalhadores da Fiocruz (ASFOC-SN), além do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e tecnologia (INMETRO).

No segundo dia do evento, foram formados grupos de trabalho com o objetivo de diagnosticar o valor social de algumas ações realizadas por entidades públicas. Os representantes da FenaPRF, por exemplo, se concentraram em calcular o lucro social da redução nos acidentes de trânsito de vítimas fatais em função da atuação da polícia com base na Lei Seca.

Para o diretor de secretaria da FenaPRF, Dovercino Borges Neto; e o presidente do SINPRF/PE, Frederico França, o tema é de “importância nacional para governo e população e, portanto, precisa sempre ser pautado”.

Já os servidores da Fiocruz, por exemplo, escolheram como tema a rede de banco de leite humano. “Queremos mensurar o que a Fiocruz promove em termos de economia às mães ou familiares que utilizam o leite, como a redução da mortalidade infantil e a redução da despesa com aquisição de alimentos que substituem o leite”, explicou o coordenador de estudos e projetos estratégicos da Fiocruz, Gabriel Lima Simões.

Foi através das oficinas que o Asmetro vem realizando nos últimos três anos que a maioria dos participantes tomou conhecimento do tema lucro social. Todos concordaram que o assunto é muito importante para o setor público, que pode utilizá-lo como ferramenta nas mesas de negociação.

Fonte: ASMETRO-SN

Notícias Relacionadas:

  1. 2a Oficina Lucro Social no Setor Público: Ferramenta de Gestão e Transparência das Ações Sociais
  2. FenaPRF no ASMETRO-SN
  3. FenaPRF oferece curso de Formação de Lideranças Sindicais para dirigentes dos SINPRFs
  4. FenaPRF participa de oficina sobre o serviço público federal
  5. FenaPRF participa de debate para relançamento de Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social