Ministro-chefe da Casa Civil recebe FenaPRF e entidades do PL 5865/16

Por
|

O Ministro Eliseu Padilha elogiou a atuação responsável das entidades | Foto: Romério Cunha

Representantes da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) e das demais entidades de categorias atendidas pelo PL 5865/16 se reuniram nesta terça-feira (1º) com o Ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, para apresentar e debater a proposta aprovada na Comissão Especial da Câmara na semana passada.

A reunião ocorreu no Palácio do Planalto, por intermédio do senador da república José Medeiros (PSD/MT) e contou com a participação de dezenas de sindicalistas das entidades que representam servidores da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Federal, do Ministério do Transporte/Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e do INCRA. Representantes das assessorias parlamentares do DPRF e do DPF também participaram da audiência.

Responsável por conseguir um horário na disputadíssima agenda do ministro Padilha, o senador Medeiros, que também é Policial Rodoviário Federal, ressaltou na reunião a luta das categorias e a longa negociação para a apresentação do PL 5865/16, desde o governo anterior. “Nós estamos vendo aqui, ministro, representantes sindicais que estão participando de um longo processo de negociação. Todos sempre se pautaram pela responsabilidade durante as conversas e mantiveram os seus compromissos com a mudança de governo”, ressaltou o senador.

O diretor parlamentar da FenaPRF, Renato Dias, destacou que as entidades defendem uma tramitação célere da proposta no Senado e reafirmou o compromisso de todos na aprovação do texto original. “Todos vão trabalhar junto aos senadores para evitar a apresentação de emendas e pela aprovação rápida no Senado. Queremos manter esse compromisso com o Governo”, explicou o sindicalista.

Após as falas iniciais dos representantes sindicais, o Ministro Eliseu Padilha, reafirmou o compromisso do governo Temer em honrar todos os compromissos assinados, mesmo aqueles fechados ainda durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff. Padilha ainda agradeceu e elogiou a atuação de todas as entidades envolvidas no projeto.

“Quero primeiro elogiar a todos, porque vejo em vocês um trabalho feito com muita responsabilidade nessas negociações. Vi que as entidades têm uma postura de entendimento sobre a situação das contas públicas e a necessidade da aprovação de algumas medidas para resolver a crise. A gente compreende perfeitamente a luta de vocês, mas tinha que pintar esse quadro do país. Uma coisa é certa, o próprio presidente Temer já disse isso: compromisso assinado deve ser honrado”, afirmou Padilha.

O presidente da FenaPRF, Pedro Cavalcanti, agradeceu a disponibilidade do ministro em atender a todos e reafirmou o compromisso das entidades em atuar da melhor maneira para que o PL 5865/16 tenha tramitação sem empecilhos no Senado.

“Primeiro gostaria de agradecer pelo espaço na agenda, em especial também ao senador José Medeiros, e dizer que o senhor está diante de uma nova geração de sindicalistas. Nós temos compromisso com o país e representamos categorias essenciais para a retomada da economia e que nunca se viraram contra o governo. Temos dirigentes responsáveis e que vão trabalhar pela aprovação da proposta, mas precisamos desse compromisso do governo”, disse Cavalcanti.

Com as tratativas em andamento na cúpula do Executivo, os representantes sindicais da PRF e das demais categorias agora vão iniciar o trabalho parlamentar junto aos senadores que vão analisar o texto aprovado na Câmara.

Entidades que participaram da reunião com Eliseu Padilha:

ABRAPOL
AMPOL
ASDNER
ADPF
APCF
FENADEPOL
FENAPEF
FENAPRF
SINDPFA

 

1º/11/2016 - Reunião com o Ministro-Chefe da Casa Civil

 


A reprodução desta notícia é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência FenaPRF’

Notícias Relacionadas:

  1. FenaPRF debate PL 5865/16 em reunião com o Ministro da Justiça
  2. FenaPRF apresenta proposta de reestruturação da carreira em reunião na Casa Civil da Presidência
  3. Representantes da FenaPRF se reúnem com membros da Casa Civil para debater a indenização da fronteira
  4. Casa Civil vai remarcar reunião com a FenaPRF
  5. Entidades aproveitam o Fórum Sindical dos Trabalhadores para apresentar reivindicações ao Ministro do Trabalho e Emprego