PA: PRF apreende cargas de madeira ilegal na BR-010

Por
|

Foto: Divulgação PRF

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam aproximadamente 120 metros cúbicos de madeira serrada de diversas espécies que estavam sendo transportados de forma ilegalmente em 5 caminhões no sudeste do Pará no último fim de semana. Diante dos flagrantes de crimes ambientais, os policiais aplicaram as infrações administrativas, lavraram o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), deixando os veículos e as cargas retidos no posto da Polícia Rodoviária, à disposição dos órgãos ambientais.

Segundo a PRF, o primeiro flagrante de crime ambiental ocorreu no km 55 da rodovia BR-010, na localidade de Vila Arco-Íris, situada no município de Ulianópolis, quando durante a fiscalização, os policiais constataram que dois caminhões transportavam uma carga de 63 metros cúbicos de madeira serrada. Na abordagem, o motorista teria dito aos policiais que não possuía as documentações fiscais e ambientais. Segundo o condutor, a madeira teria sido embarcada numa serraria clandestina localizada no Km 60 da estrada Cauaxi, no município de Paragominas, e teria como destino uma madeireira localizada na cidade alagoana de Arapiraca.

Já no município de Dom Eliseu, um caminhão foi abordado no quilômetro 19 da BR-010. Durante a fiscalização, ao ser solicitado a documentação da carga, o condutor apresentou uma guia florestal vencida há 5 dias, transportando 22 metros cúbicos de madeira serrada. O motorista afirmou que havia carregado a madeira em Paragominas e seguiria com a carga para uma madeireira localizada em Teresina.

De acordo com a PRF, os agentes constataram que o mesmo motorista já havia sido autuado pela Polícia Rodoviária no final do ano passado pelo mesmo crime ambiental e após consulta aos sistemas de informação, também verificaram uma restrição judicial para o caminhão. Segundo o motorista, o caminhão havia sido apreendido anteriormente quando cometera outro crime ambiental, mas uma decisão judicial favorável ao condutor, teria liberado o veículo, nomeando-o como fiel depositário do bem.

Ainda em Dom Eliseu, o condutor de um caminhão trator foi abordado e ao ser questionado sobre a documentação de carga, ele teria dito que não possuía qualquer documento para o transporte de cerca de 500 estacas de madeira. Em seguida, um motociclista chegou ao local da fiscalização e entregou ao motorista a documentação da carga, mas os agentes constataram que o percurso previsto para aquele documento florestal não era o percorrido pelo motorista: a documentação informava que o percurso seria realizado na BR- 153, passando por Marabá e Rondon do Pará, mas o motorista teria carregado a madeira em Tomé-Açu e teria seguido por Paragominas, pela BR-010.

Horas depois, os policiais abordaram um outro caminhão com  25 metros cúbicos de madeira serrada, mas no momento de apresentar o documento, verificou-se que estava vencido há mais de 10 dias. Além disso, indicava que a carga era teria sido embarcada em Manaus, quando o embarque ocorrera em uma madeireira localizada em Paragominas, próximo ao quilômetro  e teria como destino a cidade de Palmas.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas:

  1. PA: PRF apreende carga de madeira ilegal na rodovia BR-010
  2. PA: PRF apreende madeira ilegal na BR-010
  3. PA: PRF apreende cargas ilegais de madeira e carvão no estado
  4. PA: PRF apreende carga ilegal de madeira
  5. PA: PRF apreende madeira ilegal em rodovias