Projeto aumenta punição para quem vender armas a crianças e adolescentes

Por
|

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 508/15, do deputado Major Olímpio (SD-SP), que aumenta a pena aplicada a quem vender, fornecer – ainda que gratuitamente – ou entregar a criança ou adolescente arma, munição ou explosivo.

Pelo texto, que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90), a infração passará a ser punida comreclusão de cinco a dez anos. Atualmente, o estatuto prevê pena de reclusão de três a seis anos.

“A venda ou qualquer outra forma de fornecimento de arma ou munição a um menor de idade possui punição menor do que aos que realizarem a venda a um maior de idade, não dando, dessa forma, a devida proteção às crianças e adolescentes”, justifica o autor.

O projeto também revoga dispositivos do Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03) e da Lei de Contravenções Penais (Lei 3.688/41) que preveem penas menores para a mesma infração.

Tramitação 
A proposta será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (inclusive quanto ao mérito). Depois, segue para o Plenário.

Fonte: Agência Câmara Notícias

Notícias Relacionadas:

  1. Comissão aprova punição maior para quem atirar objeto do veículo
  2. Projeto aumenta pena para quem matar agentes da área de segurança pública
  3. Câmara aprova aumento de pena para quem induzir jovem a praticar crime
  4. Comissão rejeita aumento de pena para porte ilegal de armas
  5. Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes