Relançamento da Frente Parlamentar em defesa da Previdência é adiado

Por
|

O relançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social, marcado para o dia 27 de abril (quarta-feira), foi adiado em razão do processo de impeachment que está em tramitação no Senado. O evento seria realizado no auditório Petrônio Portela.

A decisão de adiar o evento partiu do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL), após reunião com a Mesa Diretora da Casa, que decidiu disponibilizar o auditório Petrônio Portela para o  Comitê de Imprensa Internacional durante a admissibilidade do impeachment no Senado Federal.

Por estas razões, o Lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social terá que ser adiado, provavelmente, para depois do dia 13 de maio, que é uma das datas prováveis para a votação da admissibilidade no plenário do Senado. A direção da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social lamenta o ocorrido e agradece a compreensão de todos.

Até a definição de uma nova data, o trabalho contra a reforma da previdência e em defesa da Seguridade Social continua sendo realizado normalmente. Inclusive, a reunião preparatória a realizar-se na próxima terça-feira (26), às 15h, está mantida.

Fonte: Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social

Notícias Relacionadas:

  1. FenaPRF participa de debate para relançamento de Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social
  2. Frente em defesa da Previdência Social será relançada no Senado
  3. Frente Parlamentar em Defesa da PRF é relançada em evento da FenaPRF
  4. FenaPRF e Frente Parlamentar em Defesa da PRF realizam evento na Câmara dos Deputados
  5. Luiz Noé integra a direção da Frente Parlamentar em Defesa da PRF