SE: PRF fiscaliza transporte irregular de eleitores

Por
|

Foto: Divulgação PRF

A partir desta sexta-feira (30), Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia o esquema de trabalho durante o período das eleições municipais que ocorrem no domingo (2), em uma parceira com os Ministérios Público Federal (MPF) e Estadual (MPE). Além de fiscalizar as infrações de trânsito, o trabalho estará voltado para impedir que candidatos tirem vantagem com o transporte irregular de eleitores e a circulação de valores não declarados.

O chefe de comunicação da PRF em Sergipe, Flávio Vasconcelos, lembra que carreatas e o transporte de pessoas em compartimentos de cargas são ações proibidas e serão observadas nas rodovias federais que cortas o Estado de Sergipe.

“A PRF prima pela preservação da vida e a gente sabe dos perigos que é ser transportado por um compartimento de carga. Nós temos diversos relatos de pessoas que morreram em acidentes que parecem simples [estavam na carroceria, caíram, bateram a cabeça e morreram no local]. É um perigo, muitas pessoas aglomeradas e consequentemente o risco de um acidente é bem maior”, observou o Vasconcelos.

Sobre os crimes eleitorais, em caso de flagrantes, a PRF vai encaminhar as delegacias mais próximas onde o fato for registrado para serem aplicadas a legislação eleitoral. “É um trabalho que faremos em parceria também com as Delegacias de Polícia que estarão preparadas para receber situações deste tipo”, explicou.

Dia de Votação
A PRF observa que principalmente no domingo (2), haverá um aumento no fluxo de veículos o início e final da votação aumenta em cerca de 50% em relação aos dias normais. “O eleitor deve estar atendo, dirigir em segurança, respeitando o Código de Trânsito Brasileiro. Se ele seguir essas recomendações irá acontecer tudo com segurança. O trabalho é preventivo, mas aqueles que descumprir a legislação eleitoral serão punidos com o rigor da lei”, afirma.

O cidadão que flagrar qualquer delito de trânsito e/ou eleitoral nas rodovias federais pode denunciar através do 191 [número de emergência da PRF]. A ligação é gratuita e o sigilo do denunciante será mantido.

Fonte: G1

Não há notícias relacionadas.