União dos Policiais do Brasil realiza “tuitaço” contra a PEC 287

Por
|

Na noite de hoje, 27, às 20h, a União dos Policiais do Brasil (UPB), por meio das suas 29 entidades de profissionais de segurança pública de todo o país, promoverão um tuitaço com a hashtag #AposentadoriaPolicial, em protesto ao texto da PEC 287/2016.

O projeto de Reforma da Previdência, já em discussão na Câmara dos Deputados, exclui da Constituição Federal o artigo que reconhece a atividade de risco dos profissionais de segurança pública nos critérios de concessão da aposentadoria. Além de aumentar a idade e o tempo de contribuição, sem regras de transição. Se for aprovada como está, a reforma da Previdência causará enormes prejuízos aos profissionais de segurança pública do País, uma vez que estabelece critérios de idade e tempo de contribuição inalcançáveis.

O objetivo da ação é mobilizar a sociedade para a participar da mobilização pacífica e democrática, dia 28 de abril, em todo o País. Em Brasília o ato será realizado em frente ao Museu Nacional às 9h30.

Para participar do Tuitaço, basta usar no Twitter a hashtag #AposentadoriaPolicial. As postagens podem ser realizadas durante todo o dia de hoje, 27, mas devem ser intensificadas entre às 20h e 21h, quando todas as categorias policiais estarão mobilizadas para a ação.

Quem não tem conta no Twitter pode apoiar a causa compartilhando o material de divulgação da campanha que está disponível na página oficial da UPB no Facebook.

 

Pedro Cavalcanti, presidente da FenaPRF, convida os policiais a participarem das manifestações do dia 28 de abril:

 

 

 

Notícias Relacionadas:

  1. Tuitaço contra o fim da aposentadoria para atividades de risco
  2. União dos Policiais do Brasil emite Nota Conjunta sobre mobilização em defesa da aposentadoria policial
  3. Policiais unidos contra o PLP 554/10
  4. Mais de 10 mil Policiais protestam contra a PEC 287/16 na Esplanada dos Ministérios
  5. União dos Policiais Brasileiros se reúne em Brasília