Advogados comprovam que registro sindical de servidores estatutários não pode ser julgado pela Justiça trabalhista