Agressor poderá ser obrigado a frequentar curso sobre prevenção à violência contra a mulher