Aumento do mínimo para R$ 667,75 vai custar R$ 17,3 bilhões ao governo no ano que vem