Author Archive:

FenaClube – O clube de vantagens dos PRFs

O sistema sindical da PRF lança oficialmente o clube de vantagens e benefícios aos policiais rodoviários federais de todo o Brasil.

O FenaClube, resultado da parceria da FenaPRF e dos SinPRFs, oferecerá aos filiados descontos e benefícios em mais de 500 empresas cadastradas, distribuídas em mais de 6 mil pontos comerciais em todo o Brasil e em alguns outros países.

As vantagens e descontos abrangem redes hoteleiras, passagens aéreas, escolas, cursos de idiomas, automóveis, imóveis, remédios, eletrodomésticos e muito mais!

Além da rede de parceiros já credenciada, o FenaClube inicia suas atividades com a oportunidade de franca expansão. Cada usuário do clube poderá indicar novos potenciais parceiros para serem conveniados e passarem a oferecer descontos e benefícios aos PRFs.

Ative já o seu cadastro, clicando aqui e aproveite um mundo de benefícios!

BA: PRF apreende 75 mil comprimidos de estimulantes sexuais em Itaberaba

Na noite desta terça-feira (13), por volta das 20h, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na BR-242, no município cidade de Itaberaba.

Além dos estimulantes sexuais, foram apreendidos suplementos alimentares e esteroides anabolizantes, todos de origem estrangeira.

De acordo com a PRF, algumas substâncias são proibidas à venda no Brasil. Os produtos estavam sendo transportadas em um ônibus interestadual que fazia a linha Goiânia x Salvador.

Ao verificar a nota fiscal informava que no ônibus estava sendo levado cabelo sintético, porém a bagagem continha: 300 ampolas de Metandrostenolona, 400 ampolas de Stanozolol, 95 ampolas de Decaland, 50 ampolas de Testogar, 590 ampolas de Durateston, todos esteroides anabolizantes; 1000 ampolas de Lispostabil, medicamento proibido no país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA); 90 potes do Termogênico Assault, 70.000 comprimidos do estimulante Pramil; 3000 comprimidos de Pramil Forte; 2000 comprimidos do estimulante Erofast e 116 potes de Lipo 6 Black.

A mercadoria apreendida tinha como destino a cidade de Feira de Santana.

Reprodução: Bahia no Ar

Em audiência pública, policiais reclamam de descaso do Governo com as categorias

Policiais membros de entidades representativas de categorias de operadores da segurança pública se reuniram na tarde desta terça-feira (13) em audiência pública na Câmara dos Deputados, que ocorreu por requerimento do Deputado Cabo Sabino (PR/CE).

A audiência faz parte de uma série de ações da comissão externa destinada a avaliar o aumento do número de assassinatos de trabalhadores da segurança pública brasileira que foram mortos pelo fato de serem agentes da lei.

Representando a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), o presidente da entidade, Deolindo Carniel, afirmou que o Governo Federal não tem nenhuma política de zelo pela saúde dos policiais brasileiros. “Vocês imaginem em uma empresa em que você tem em média 20% dos trabalhadores afastados ao ano por problemas de saúde, com certeza iria ser considerado um local insalubre, e para nós policiais não é considerado insalubre, nem perigoso”, explicou.

O presidente da FenaPRF demonstrou números obtidos de um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em sua explanação. A pesquisa realizada pela fundação utilizou dados da qualidade de vida e de trabalho de Policiais Rodoviários Federais, Policiais Federais e Policiais Civis do Distrito Federal.

Representando os policiais militares, Marcos Gouveia, secretário executivo do Conselho Nacionais de Comandantes Gerais de Polícia Militar, afirmou que os policiais recebem uma pressão muito grande até no combate ao crime, por não saberem quando podem reagir a uma ameaça. “Quando chegamos a uma situação de risco temos que torcer para que o criminoso largue seu fuzil e se renda, é complicado. Atualmente temos um grande aliado na segurança pública que é o Jungmann, contudo está sendo negligenciada a participação das policiais militares estaduais nessa discussão”, afirmou o comandante de Polícia Militar.

Também estiveram presentes na audiência pública, o diretor jurídico e o diretor parlamentar da FenaPRF, Marcelo Azevedo e Artur Geovani, respectivamente.

Grupo de trabalho
Os representantes da FenaPRF também compareceram à reunião do Grupo de Trabalho parlamentar da Segurança Pública. A união de parlamentares e representantes de entidades sindicais discute projetos de lei e ações que possam melhorar a qualidade do trabalho dos policiais brasileiros.

 

Assista a um trecho da fala do presidente da FenaPRF:

 

MS: PRF apreende cocaína avaliada em R$ 1,5 milhão e prende homem de 29 anos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu ontem, em Campo Grande, carregamento com 50 quilos de cocaína que seguia da fronteira com o Paraguai para Limeira (SP). A droga era transportada em automóvel Fiat Palio Adventure conduzido por homem de 29 anos, que acabou preso em flagrante. Pelo transporte, ele receberia R$ 10 mil como recompensa.

Segundo a PRF, durante abordagem, agentes desconfiaram da conduta do motorista e decidiram averiguar o automóvel com detalhes. A cocaína estava escondida em fundos falsos debaixo do assoalho. A carga está avaliada em aproximadamente R$ 1,5 milhão. Em grandes centros como São Paulo, o quilo da cocaína pura chega a valer cerca de R$ 30 mil.

Reprodução: Correio do Estado

Reforma da Previdência poderá ser mais profunda no próximo governo, diz relator

O deputado federal Arthur Maia (PPS-BA), relator da Reforma da Previdência na Câmara, disse hoje (12) acreditar que o próximo governo terá capital político suficiente para aprovar a reforma, mas previu que ela será mais profunda do que a que está em discussão. Maia participou do seminário Reforma da Previdência: uma reflexão necessária, na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro.

Na opinião do parlamentar, o próximo governo terá condições políticas de fazer uma reforma mais dura e aprovará um projeto diferente do que consta no parecer em discussão na Câmara dos Deputados, assinado por ele. “Certamente, se fará outra reforma. Ao meu ver, será uma reforma mais dura e muito mais profunda”, disse ele, que acrescentou: “O novo presidente eleito entra com todo o capital político para adotar as medidas que sejam necessárias. Não importa qual seja o viés ideológico de quem se eleja, tenho convicção de que será uma reforma muito mais profunda que a que consta no meu parecer.”

A legislação determina que, em função da intervenção federal na segurança pública do estado do Rio, o Congresso não pode promver alteração à Constituição, como é o caso da Reforma da Previdência. Maia afirmou que não tratou da possibilidade de suspensão da intervenção para votar a reforma com ninguém e foi enfático ao apontar que o governo não tem os 308 votos necessários para aprovar a reforma na Câmara.

“Não temos votos. Não adianta. O governo não tem os 308 votos. Já fiz essa conta de baixo pra cima, de cima pra baixo, de norte para sul e de leste para oeste. Não temos votos”, disse o deputado, que não descartou a possibilidade de o cenário mudar após as eleições: “Depois da eleição é outro planeta. Será outra realidade totalmente diferente”.

À noite o secretário de Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, fará uma palestra no mesmo seminário. Durante a manhã, Caetano conversou com jornalistas e enfatizou que, apesar da intervenção, a reforma permanece como uma pauta prioritária para o governo.

Ele disse que uma possível suspensão da intervenção federal antes de 31 de dezembro, prazo estipulado pelo decreto, não está em discussão no governo. “Não está (sendo conversado). O prazo que existe hoje no decreto é 31 de dezembro de 2018. Se, porventura, esse decreto for revogado, o debate retorna”.

Para o secretário, o tema ocupará uma posição relevante no debate entre os postulantes ao Palácio do Planalto e a velocidade com que pode avançar no governo seguinte dependerá do presidente e dos parlamentares que forem eleitos.

MT: Polícia Civil e PRF apreendem 445 quilos de maconha em Mato Grosso

Mais de 445 quilos de maconha foram apreendidos em ação conjunta da Polícia Judiciária Civil de Primavera do Leste e Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada na sexta-feira (09), na cidade de Bataguassu, Estado de Mato Grosso Sul.

Os 544 tabletes da droga foram encontrados no compartimento de uma carreta Scania/T112H, com placas de Campo Grande (MS). Segundo as investigações, a droga seria comercializada no Rio de Janeiro (RJ).

A apreensão da droga aconteceu com base em investigações da Polícia Civil de Primavera do Leste, coordenadas pela delegada Anamaria Machado Costa. As informações foram passadas para a PRF, que realizou a checagem da carreta que estava estacionada no pátio de um posto de combustível, na BR-267.

A droga estava escondida entre compartimentos do veículo próximo ao tanque de combustível e foi localizada com auxílio de cães farejadores da PRF. Foram apreendidos 544 tabletes de maconha, totalizando pouco mais de 445 quilos. O motorista que deixou a carreta no pátio não foi localizado.

Reprodução: Cenário MT

PR: PRF do Paraná apreende pistolas escondidas em aparelhos de TV

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Paraná apreendeu 16 pistolas de uso restrito na rodovia BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu, na região oeste do Estado, na manhã deste domingo, 11.

Os agentes abordaram um ônibus que fazia a linha entre Foz do Iguaçu e Ponta Grossa por volta das 6h20. As armas calibre 9 milímetros estavam escondidas dentro de quatro aparelhos de TV, que eram transportados no bagageiro do coletivo.

O armamento é de fabricação argentina, da marca Bersa, e estava com a numeração raspada. A PRF também apreendeu 28 carregadores.

Um homem de 25 anos e uma mulher de 21 foram presos em flagrante por tráfico internacional de armas de fogo. Eles confirmaram que o destino do carregamento seria o Estado do Rio de Janeiro. A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Pena
O crime de tráfico internacional de armas de fogo tem pena prevista de quatro a oito anos de prisão. Neste caso, pelo fato das armas serem de uso restrito, a pena aumenta em 50%.

 

Reprodução: Estadão

TO: PRF flagra mulher com carro roubado e quase R$ 10 mil em dinheiro na BR-153

Polícia Rodoviária Federal flagrou uma mulher, de nome não divulgado, dirigindo um carro roubado e com quase R$ 10 mil em dinheiro. O flagrante foi durante uma fiscalização de rotina em Guaraí, na região central do estado. Ela alegou que o carro era de um conhecido e que estava apenas dando uma carona a um agricultor paraguaio a pedido deste amigo.

O flagrante foi no sábado (10). A motorista apresentou documentos falsos para a PRF. Os policiais perceberam que alguns dados estavam diferentes e fizeram uma busca no veículo, foi quando encontraram o dinheiro. Após identificar os verdadeiros dados do carro, eles encontraram o registro de roubo.

O roubo do veículo foi registrado em setembro de 2016, em Teresina (PI). A mulher e o agricultor foram levados para a delegacia de Guaraí para prestar depoimento. O G1 tentou contato com a Polícia Civil para saber se os dois continuam detidos ou se foram liberados, mas as ligações não foram atendidas.

Reprodução: G1

RJ: PRF e bombeiros ajudam grávida em trabalho de parto e bebê nasce na Rodovia Presidente Dutra

Policiais rodoviários federais e soldados do Corpo de Bombeiros atuaram em conjunto, na manhã deste domingo (11), não para coibir a criminalidade ou atender alguma ocorrência de incêndio, mas para realizar o parto de uma grávida na rodovia Presidente Dutra, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Eles e funcionários da CCR Nova Dutra foram acionados pelo pai da criança, por volta das 9h30.

Equipes da PRF que faziam uma ronda viram o homem acenando para os policiais na viatura e pararam para ver o que estava acontecendo. O homem disse que estava seguindo com a esposa para a maternidade, quando ela entrou em trabalho de parto.

Ao perceberem que a criança estava nascendo, pediram ajuda aos policiais, que iniciaram os procedimentos, pois não havia tempo de chegar no hospital. Equipes do socorro médico da concessionária foram acionadas e chegaram logo em seguida, junto com uma viatura do Corpo de Bombeiros.

Keila Vitória nasceu rodeada de atenção e carinho, não somente dos pais, mas também das equipes que participaram da ocorrência. Ela foi levada com a mãe para a maternidade Mariana Bulhões, em Nova Iguaçu, onde recebe visitas da família.

Reprodução: G1

PA: PRF flagra caminhoneiros transportando madeira sem documentação na BR-010

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou na quinta-feira (8) dois caminhoneiros transportando madeira sem documentação exigida pelos órgãos ambientais ao longo da rodovia BR-010, em Dom Eliseu, sudeste do Pará. Ao todo, as apreensões somam 64.82 metros cúbicos de madeira ilegal.

O primeiro flagrante ocorreu no início da tarde no km 16 da BR-010. Um caminhão foi flagrado com 44.80 metros cúbicos de madeira serrada. O condutor declarou que carregou o veículo em uma serraria na vila Ligação e que não possuía nenhuma documentação como nota fiscal ou guia florestal. Segundo o motorista, a carga seria entregue em Timon (MA).

A segunda ocorrência foi a noite, no km 19 da rodovia federal. O caminhão levava 20.02 metros cúbicos de madeira. Ele saiu de Marituba, na região metropolitana de Belém, para o município de Landri Sales (PI). O condutor informou que apenas cumpria ordens e que desconhecia a existência de qualquer documentação da madeira em questão.

Os veículos e as cargas foram apreendidos e encaminhados à Secretaria de Meio Ambiente Municipal do município de Dom Eliseu (PA) e os condutores encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Dom Eliseu.

Reprodução: G1