Author Archive:

Rodrigo Maia se encontra com representantes de entidades policiais para tratar sobre PEC 6/19

A FenaPRF e a UPB se reuniram, na manhã desta segunda-feira (24), com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para tratar sobre a situação dos policiais civis na Reforma da Previdência (PEC 06/19). O texto em questão deve ter o seu relatório votado nesta semana, na Comissão Especial e seguirá para o plenário da Câmara em seguida.

Maia disse que irá analisar os pontos apresentados pelas categorias e apresentar a viabilidade deles na PEC 6/19 e tentará sensibilizar o relator para atender as emendas defendidas pelas entidades das categorias da segurança pública. A reunião aconteceu por intermédio do deputado federal Luís Miranda (DEM-DF).

As entidades representativas dos profissionais de segurança pública civis lutam pela manutenção de uma aposentadoria policial justa e digna e que faça justiça ao risco extremo da atividade policial no Brasil.

O presidente da FenaPRF, Deolindo Carniel, participou da reunião e a classificou como positiva, e acredita que Maia irá trabalhar para o atendimento das demandas das categorias policiais.

PE: PRF apreende oito toneladas de maconha em dois caminhões

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Batalhão Integrado Especializado da Polícia Militar apreenderam no sábado, 22, dois caminhões que transportavam oito toneladas de maconha na BR-232, em São Caetano, no agreste de Pernambuco, a cerca de 150 km de Recife. Dois homens de 45 anos foram presos na ação. A PRF informou que é a maior apreensão de drogas já realizada em Pernambuco.

Os caminhões trafegavam juntos na rodovia quando foram abordados. Agentes solicitaram que os motoristas levassem os veículos até o posto de São Caetano, para checagem de documentação.

Durante o percurso, o motorista e o passageiro de um dos caminhões pularam do veículo em movimento. Os agentes conseguiram alcançar o motorista, mas o colega dele fugiu.

Com o apoio de cães farejadores, foi realizada uma vistoria nos caminhões e então foram encontradas centenas de tabletes da droga em fundos falsos na carroceria dos veículos. Os motoristas e a droga foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal. O crime de tráfico de drogas prevê penas de cinco a 15 anos de prisão e multa, destacou a PRF.

Reprodução: IstoÉ

Apesar de cortes nos concursos públicos, Bolsonaro garante certame para a PRF

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, no último sábado, que a Policia Rodoviária Federal e a Polícia Federal serão uma das poucas exceções no Executivo que terá concurso público nos próximos anos. O discurso é alinhado com o de Paulo Guedes (Economia), que decidiu restringir o orçamento público para conter gastos com pessoal no Governo Federal.

Após o governo endurecer as regras para a publicação de novos concursos federais, exigindo informações detalhadas para fundamentar o pedido, como por exemplo, que as atividades não poderiam ser prestadas por equipes terceirizadas ou temporárias. Sendo assim, são poucas as áreas que dependem do Ministério da Economia que estão autorizadas a avançar com a recomposição do quadro de servidores públicos, entre elas, a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que já se movimentam com o pedido de realização dos concursos públicos.

O concurso IBGE também já segue autorizado pelo governo federal, com mais de 234 mil vagas, para a realização do censo demográfico 2020.

“Paulo Guedes decidiu basicamente que poucas áreas terão concurso, porque não tem como pagar mais. O problema é esse. A gente até gostaria em uma área ou outra. Abri uma exceção para a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal. Fora isso, dificilmente teremos concurso no Brasil nos próximos poucos anos”, disse.

Com informações do Jornal dos Concursos

UPB convoca paralização para o dia 25 de junho e ato unificado em 2 de julho

Informe UPB

Hoje, 19/06/2019, às 11 horas, no bloco F da esplanada dos Ministérios – Ministério da Economia – os representantes das diversas categorias estiveram reunidos com o Secretário Especial para a Reforma da Previdência, Rogério Marinho, e sua equipe, para, mais uma vez, dialogar acerca da proposta da PEC 06/2019 REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

Como breve histórico, importa comunicar aos Policiais do Brasil que a reunião foi fruto de afirmação do citado Secretário, no colégio de líderes da Câmara dos Deputados, de que os Policias: queriam o que de melhor existe para os policiais militares mantendo tempo de serviço menor. Que se houvesse compromisso firmado das entidades, o governo aplicaria aos Profissionais de segurança pública as mesmas regras dos Policiais militares.

Diante dessa afirmação, que não reflete a realidade, a UPB assinou o documento em anexo, demonstrando cabalmente seu aceite às regras apresentadas aos militares. A deputada Celina Leão (PP/DF), de posse desse documento, agendou a reunião supra. Reiterando o que disse no colégio de lideres o Secretário Especial para a Reforma da Previdência, Rogério Marinho afirmou perante todos os presentes que “se quiserem todas as regras dos militares eu falo com o relator”, o que foi prontamente aceito por todos e feita a entrega do documento.

O governo novamente, por meio de seus interlocutores do Ministério da Economia, fica com a responsabilidade de honrar ou não o compromisso, proposto perante colégio de Líderes da Câmara e aceito por todos os representantes presentes, ficando a seu cargo fazer valer sua palavra ou demonstrar, como vem ocorrendo a certo tempo, o descompromisso deste governo e seus interlocutores, com a segurança publica e seus operadores.

A UPB, ciente de sua responsabilidade e de esclarecimento aos profissionais de segurança pública deixa clara sua CONTRARIEDADE À POSTURA ADOTADA PELOS INTERLOCUTORES DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA e convoca todos para a Paralização do dia 25/06 e para o ato unificado dia 02/07 em Brasília.

ABC •ABRAPOL • ADPF • AGEPEN-BRASIL • AMPOL • ANEPF • ANSEF • APCF • CENTRAPOL • COBRAPOL•CONGM • FENADEPOL• FENAGUARDAS• FENAPEF • FENAPERÍCIA •FENAPRF • SINDEPOL/DF • SINDIPOL/DF •SINPOL/DF

Deputado Gutemberg Reis apresentará destaque em defesa da aposentadoria policial

A FenaPRF reuniu-se na tarde desta terça-feira com deputado Gutemberg Reis (MDB-RJ), autor de uma das emendas em defesa da aposentadoria policial na PEC 6/2019, para fortalecer o comprometimento do parlamentar com a justa causa da segurança pública. A reunião ocorreu por intermédio do SinPRF/RJ.

A ideia da FenaPRF foi para reforçar o compromisso apresentado pelo deputado e combinar forças para a luta pela apresentação de um destaque do partido para levar a emenda, de autoria do próprio Gutemberg Reis, para votação em separado do relatório da PEC 6 na Comissão Especial.

O parlamentar do Rio de Janeiro voltou a se comprometer com as entidades policiais e defendeu que irá apresentar o destaque, além de trabalhar com o líder do MDB e com os demais deputados de seu partido em defesa das categorias da segurança pública.

Estiveram na reunião representando a FenaPRF o vice-presidente da entidade, Dovercino Neto, e o coordenador da Região Sul, Raphael Casotti, e o diretor jurídico Marcelo Azevedo. Além da FenaPRF, a Fenapef também esteve presente na reunião.

Novos bafômetros serão utilizados pela PRF na Copa América

A Polícia Rodoviária Federal vai empregar novos bafômetros a partir do início da Operação Copa América 2019, nesta sexta-feira, no Brasil. No Rio Grande do Sul serão 22 aparelhos, mas outros devem chegar até o final do ano. Eles serão acrescidos aos mais de 120 equipamentos já utilizados na fiscalização ao longo dos cerca de 6 mil quilômetros de estradas gaúchas.

Conforme a PRF, o novo bafômetro possui dois modos de operação. Na função passiva, que serve como uma triagem para o policial rodoviário federal, ele indica se o condutor abordado fez ou não uso de bebida alcoólica antes mesmo de assoprar o etilômetro. O aparelho dispensa o uso dos bocais descartáveis e demanda menos tempo para conclusão da abordagem, o que diminui os gastos públicos e permite que mais motoristas possam ser fiscalizados, assegurando uma maior segurança viária e preservando mais vidas.

Na função ativa, o aparelho assemelha-se ao usado normalmente e afere através do sopro a quantidade de álcool existente no organismo do motorista. Quem foi flagrado em estado de embriaguez é autuado em R$ 2.934,70 e perde sete pontos, além de ter suspensa a Carteira Nacional de Habilitação.

Reprodução: Correio do Povo

Parecer à reforma da Previdência pode começar a ser discutido na terça

A Comissão Especial da Reforma da Previdência pode começar a debater, nesta terça-feira (18), o parecer do relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-RJ). O texto foi apresentado na quinta-feira passada e, em seguida, foi concedido pedido de vista coletivo, o que adiou o início da discussão na comissão por duas sessões do Plenário.

Na sexta-feira, a realização de sessão no Plenário da Câmara abriu a contagem do prazo. Desde novembro de 2017, a Câmara não conseguia atingir o quórum de 51 deputados para abrir uma sessão na sexta-feira. O ato foi classificado como histórico por diferentes parlamentares presentes ao debate.

Se houver sessão nesta segunda, o prazo estará cumprido e a discussão poderá ser iniciada amanhã, a partir das 9 horas. O presidente do colegiado, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), disse que a oposição concordou em não obstruir a fase de debates.

As inscrições para discutir o relatório ainda estão abertas. Até quinta-feira, já havia mais de 130 inscritos.

Agência Câmara

Maia informa que estados e municípios ficarão de fora da reforma

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, informou que estados e municípios devem ficar de fora do relatório da reforma da Previdência (PEC 6/19), cuja apresentação está prevista para amanhã (13), mas poderão ser reincluídos se houver acordo com os governadores sobre o texto.

Segundo Maia, a ideia é que durante a votação seja apresentada uma emenda com a reinserção. O presidente destacou que ainda é preciso negociar pontos divergentes na proposta.

“Nós temos interesse de manter estados e municípios, mas é uma questão política: o relatório vem sem estados e munícios e temos até a primeira semana de julho no Plenário para reincluir com o acordo que estamos construindo com os governadores para que todos os problemas previdenciários estejam resolvidos”, disse Rodrigo Maia.

Em relação ao calendário da reforma, Maia prevê que a proposta seja analisada pelo Plenário a partir da primeira semana de julho. Depois da apresentação do parecer do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), a comissão especial dá início à discussão do texto, mesmo com obstrução da oposição. A previsão, segundo Maia, é que o colegiado comece a votar o relatório de Moreira no dia 25 de junho e só na semana seguinte siga para o Plenário.

Capitalização
Outro tema polêmico na proposta é a criação do regime de capitalização. Segundo Rodrigo Maia, é importante que o Legislativo construa uma solução para o tema, mesmo que o item fique de fora da reforma no primeiro momento. De acordo com o presidente, a retirada da capitalização não representa uma derrota do ministro Paulo Guedes. “Se entender que não tem votos para a provar a capitalização na PEC, vamos construir uma solução junto com o ministro Guedes, que tem sido um aliado do Parlamento”, completou.

FenaPRF apresenta demandas da segurança pública ao líder da maioria da Câmara

A FenaPRF esteve nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados para uma reunião com o líder da maioria, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), para apresentar as emendas da União dos Policiais do Brasil (UPB), que buscam proteger os profissionais da segurança pública dos aspectos injustos trazidos no texto original da reforma da previdência. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) também participou do encontro.

Os representantes da FenaPRF pediram o apoio do parlamentar para que busque atuar junto ao relator, na Comissão Especial, para que as emendas sejam contempladas.

Em último caso, se as demandas não forem aceitas pelo relator, a FenaPRF pediu ao líder da maioria para que ele apoie o destaque que será realizado na Comissão, para a votação em separado das emendas, contemplando, assim, o pleito dos profissionais da segurança pública.

Participaram da reunião Pedro Cavalcanti, diretor parlamentar; José Aurivan, diretor de secretaria e Edjailson Tavares, presidente do SinPRF/PE

MG: Com a ajuda de cão, PRF encontra cerca de 40 kg de cocaína em fundo falso de caminhão

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 44 quilos de cocaína na noite desta terça-feira (4) dentro de um fundo falso de um caminhão cegonha na rodovia Fernão Dias, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A droga foi encontrada com a ajuda de um cão farejador.

Um homem que usava documentos falsos foi preso. De acordo com a PRF, ele era foragido da Justiça.

Ainda segundo a polícia, o condutor confessou que pegou a droga no Triângulo Mineiro e a levaria para Belo Horizonte. O veículo estava sendo monitorado pela polícia e era considerado suspeito.

A droga, o veículo e o preso foram conduzidos à Polícia Federal de Belo Horizonte.

Fonte: G1