Author Archive:

RN: Taxista alcoolizado é preso pela PRF após provocar acidente em Mossoró

Um taxista bêbado bateu o carro na BR-101, em Mossoró, oeste potiguar, e foi preso em seguida pela Polícia Rodoviária Federal na tarde desta quarta-feira (12). A prisão aconteceu durante a Operação Santa Luzia, deflagrada pela PRF na região.

O motorista estava em táxi Spin e colidiu na traseira de um Classic. Ninguém se feriu. Ao submeter os condutores ao teste de bafômetro, os policiais rodoviários verificaram o teor alcoólico de 1,16 miligramas de álcool por litro de ar expelido, para o homem que dirigia o táxi.

Depois do flagrante, o taxista foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Mossoró.

Reprodução: G1

MG: PRF de Leopoldina recupera carga roubada de carne avaliada em R$ 400 mil

Uma carga de carne avaliada em R$ 400 mil foi recuperada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Leopoldina, na Zona da Mata mineira, na noite desta segunda-feira (10). O produto foi localizado em uma carreta durante uma fiscalização de rotina no Km 768, na BR-116. Um dos envolvidos tentou fugir da abordagem, mas caiu em uma vala e morreu.

Segundo a PRF, um carro desobedeceu ao sinal de parada e fugiu. O motorista de 45 anos parou bruscamente a carreta e o semirreboque, que seguiam logo atrás. O passageiro de 37 anos tentou fugir por meio de um matagal, mas caiu em uma vala de cerca de dois metros de altura.

Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A PRF informou que o homem morreu no hospital em Leopoldina.

No compartimento de carga do conjunto estavam 25 toneladas de carne, avaliadas em R$ 400 mil. A carga foi roubada em Ibiraçu (ES) no último dia 5. O carro que acompanhava a carreta foi abandonado alguns quilômetros à frente. Houve rastreamento, mas os ocupantes não foram localizados.

Também foram apreendidos cerca de R$ 20 mil em dinheiro, além de celulares, um taser e uma pedra de crack. O motorista detido e os veículos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil em Leopoldina.

RJ: Desarme e PRF apreendem mais de 100 quilos de pasta base de cocaína

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), da Polícia Civil, apreenderam mais de 100 quilos de pasta base de cocaína, durante uma operação realizada na manhã desta terça-feira na BR-040, em Três Rios, no Sul Fluminense. Os 111 tabletes do produto, que seguiria para o Complexo do Alemão, estava escondido no fundo falso de um carro e duas pessoas, naturais de São Paulo, foram presas em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

A ação conjunta da Polícia Civil e da PRF era realizada com o objetivo reprimir o tráfico de armas e drogas na divisa dos Estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Na rodovia, foi abordado o Kia Sorento, com placa de Petrópolis, ocupado pelos paulistas Jean Marcos Santos Silva, 39 anos, e Bruno Matias da Silva, de 40.

Na busca realizada no veículo, os policiais localizaram um sofisticado fundo falso que ocultava os 111 tabletes de pasta base de cocaína. Os agentes tiveram que arrancar o forro do veículo e recortar parte da lataria utilizando uma talhadeira.

Todo o material foi encaminhado para a Desarme, na Cidade da Polícia, onde os presos foram autuados em flagrante. A Desarme e a PRF vêm realizando um trabalho conjunto no Estado do Rio, por meio de troca de informações e ações ostensivas, com o objetivo de reprimir o tráfico de armas e munições no Rio de Janeiro.

Reprodução: O Dia

PR: Fiscalização da PRF constata embriaguez em 40% dos motoristas abordados

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 23 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas durante uma ação de fiscalização realizada na madrugada deste domingo (9) em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. O número de autuações equivale a 40,3% do total de 57 motoristas fiscalizados durante cerca de quatro horas de operação, realizada na BR-476, em frente ao posto da PRF.

A fiscalização deste domingo coincidiu com o encerramento de uma festa em Araucária. Denominada “Operação Madrugada Segura” e realizada sempre aos finais de semana, a iniciativa da PRF pretende coibir a embriaguez ao volante na Grande Curitiba. A operação tem o apoio de policiais rodoviários federais que atuam na sede administrativa do órgão.

Dirigir sob a influência de álcool está entre as cinco principais causas de mortes nas rodovias federais do Paraná, atrás apenas da falta de atenção do condutor, falta de atenção do pedestre, excesso de velocidade e desobediência às normas de trânsito.

Multa de quase 3 mil reais
A multa por embriaguez ao volante custa R$ 2.934,70 ao motorista, que tem a carteira de habilitação suspensa por um ano. Conforme o nível de álcool, além da infração administrativa, o motorista ainda é preso em flagrante por crime de trânsito. Quem se recusa a fazer o teste do bafômetro também é autuado e está sujeito ao mesmo período de suspensão. Se apresentar sintomas visíveis de embriaguez, o motorista que não se submete ao exame também é preso, a partir do preenchimento de um termo de constatação, conforme modelo definido pelo Conselho Nacional de Trânsito.

Reprodução: Paraná Portal

PI: PRF monitora trecho da BR-343 com infiltração: ‘corre risco de desmoronar’, diz superintendente

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que está monitorando o trecho do Km 339 da BR-343, saída de Teresina para o Litoral, onde a infiltração aumentou após as chuvas do fim de semana. Segundo o superintendente Wellendal Tenório, o alerta é para o risco de novo desmoronamento da rodovia.

“Parte da parede de sustentação do asfalto já desmoronou e inspira cuidados. Vamos acompanhar e de acordo com o risco, vamos voltar interditar. O risco é de desmoronar poucos metros do trecho que foi recuperado e interditado início da semana passada”, explicou.

Para Wellendal, é preciso uma intervenção urgente, caso contrário, o problema será agravado. Ele destacou que o local está sofrendo grave erosão no acostamento, necessitando de obras emergenciais.

“São dois processos que ocorrem lá: a água provoca uma erosão normal, que perde um pouco da sustentação do solo, e a erosão provocada pela gravidade/peso dos carros. Quando eu tenho as chuvas, a correnteza da água provoca erosão nas bordas. Quando isso tudo junto a situação complica um pouco”, comentou.

Relatório de riscos
Em novembro, a Polícia Rodoviária Federal divulgou um relatório em que alertava para problemas de escoamento de água neste trecho da BR-343. De acordo com os peritos da PRF, o trecho foi recuperado de forma provisória depois de desmoronar em março de 2018.

A perícia da PRF encontrou no trecho problemas com os acostamentos, escoamento da água, sinalização horizontal, efeito degrau, estreitamento no trecho, e uma erosão profunda na lateral da pista.

Segundo o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT) Ribamar Bastos, a obra para recuperação definitiva do trecho acrescentaria em torno de R$ 5 milhões no valor da duplicação da BR 343 em Teresina, já orçada em cerca de R$ 33 milhões.

Reprodução: G1

MG: Homem condenado por estupro é preso pela PRF em Teófilo Otoni

Um homem de 48 anos foi preso nesta quinta-feira (6) na BR-116, em Teófilo Otoni, durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal. O homem teve seu veículo parado e após conferirem a documentação, a PRF constatou que havia no sistema da polícia um mandando de prisão pendente de cumprimento, expedido pela Comarca de Teófilo Otoni, por estupro.

De acordo com a PRF, o homem tem nove anos de pena a cumprir pela condenação. Morador da zona rural de Teófilo Otoni, ele foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil e posteriormente será conduzido para o imediato cumprimento da pena em presídio.

A polícia não soube informar quando o crime de estupro foi cometido pelo homem.

Reprodução: G1

Moro escolhe superintendente do Paraná como novo chefe da PRF

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, anunciou nesta sexta-feira (7) que a Polícia Rodoviária Federal será chefiada por Adriano Marcos Furtado, atual superintendente da PRF no Paraná.

Natural de Curitiba, Furtado é policial rodoviário federal desde 1994. No Paraná, ele exerceu, entre outros cargos, os de chefe da Delegacia Metropolitana de Curitiba da PRF, chefe do Núcleo de Apoio Técnico e chefe da Seção de Recursos Humanos. Furtado está desde 2016 à frente da superintendência da PRF no Paraná.

Moro fez o anúncio durante rápido pronunciamento no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do gabinete de transição do governo de Jair Bolsonaro.

O ex-juiz destacou que a PRF deve manter a cooperação com outras forças policiais, a exemplo da Polícia Federal, para auxiliar na segurança pública. Segundo ele, Furtado manteve parcerias do gênero do Paraná.

“A gestão dele no Paraná é muito elogiada pelos seus pares e pelos seus comandados, inclusive igualmente pelas parcerias profícuas com a Polícia Federal do Paraná”, disse.

Reprodução: G1

FenaPRF participa de ação de lançamento da Operação RodoVida 2018-19

Diretores da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais reuniram-se com o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e o Diretor-Geral da PRF, Renato Dias, para o lançamento da Operação Integrada RodoVida 2018-19, ação que visa o enfrentamento às mortes e violência no trânsito. O encontro ocorreu na sede do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, em Brasília

Ao lado de superintendentes regionais e coordenadores gerais da PRF, o Ministro enalteceu o trabalho da PRF nos últimos anos, com vários resultados entregues à sociedade. Jungmann aproveitou, ainda, para comemorar a aprovação da MP 846/18, que destina recursos para a Segurança Pública, com garanti de R$ 2 bilhões para investimentos já para 2019.

Jungmann destacou aos presentes que se empenhou nas articulações com o Ministério do Planejamento não apenas para a referida pauta, como também para outros assuntos ligados à PRF e as demais entidades de segurança pública do País, como o aproveitamento dos servidores aposentados em atividades do órgão, uma das medidas propostas pela Direção Geral da PRF.

RodoVida
A ação apresentada será dividida em duas etapas. A primeira ocorrerá a partir da segunda quinzena de dezembro até o fim de janeiro, quando inicia o fluxo de veículos por conta das férias escolares e as festividades de fim de ano. A segunda etapa será entre os dias 22 de fevereiro e 9 de março de 2019, período que antecede e sucede o Carnaval-2019.

SP: Cães farejadores da PRF localizam drogras em ônibus na Fernão Dias

Os cães farejadores da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Xerife e Chicão localizaram drogas na Rodovia Fernão Dias, na região de Bragança Paulista. A apreensão ocorreu na noite de terça-feira, 4, na altura do km 8 da rodovia, em Vargem.

Conforme o apurado pelo jornal Bragança Em Pauta, os policiais realizavam a Operação Égide e decidiram abordar um ônibus, por volta das 23h. O ônibus da empresa Cometa, ia de São Paulo para Belo Horizonte. Com auxílio dos cães farejadores, os policiais revistaram os bagageiros.

Os cães farejadores da PRF indicaram então que havia algo de errado com uma mala de cor cinza. A polícia solicitou então que a dona abrisse a bagagem. Ela, entretanto, alegou que não lembrava a senha do cadeado.

A polícia, com base na forte suspeita de transporte de drogas indicada pelo cão, cortou a mala. Nela foram encontrados 4 tabletes aparentemente de cocaína pesando aproximadamente 3,5 kg e uma porção de maconha.

A mulher foi presa em flagrante e confessou que pegou a droga em São Paulo. Ela disse ainda que levaria a droga até Belo Horizonte. Na sequência a mulher foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Bragança Paulista onde foi presa por tráfico de drogas. O crime tem pena prevista de até 15 anos de prisão.

Reprodução: Bragança em Pauta

Resolução da ANAC sobre embarque armado em voos fere a isonomia em prejuízo ao PRF

Sindicatos filiados à FenaPRF ingressaram com ação coletiva contra a União e a ANAC buscando a anulação do art. 79 da Resolução ANAC nº 461, de 25 de janeiro de 2018, que trata do embarque armado em voos civis, bem como dispositivo da Instrução Normativa DG/PF nº 127, de 2018, tendo em vista que ferem o princípio da isonomia, ao estabelecerem tratamento diferenciado entre policiais federais e os demais agentes públicos que possuem porte de arma em razão do ofício.

A ANAC feriu o princípio da isonomia ao possibilitar a aplicação de regras diferentes para o embarque armado de policiais federais em detrimento de todos os demais agentes públicos que possuem porte de arma (Policiais Rodoviários Federais, Policiais Militares, Policiais Civis). Ademais, estabeleceu competência para a Polícia Federal regular matéria fora de sua alçada, o que resultou na publicação da Instrução Normativa 127-DG/PF, em 2018, a qual trouxe acréscimos à Resolução da ANAC, que acabou, na prática, ferindo a competência da instituição policial a qual o agente é vinculado de analisar e autorizar, ou não, a necessidade de acesso à arma para o embarque, emitindo documento que não vem sendo aceito por ser considerado “genérico” no momento do embarque.

Segundo o advogado Rudi Cassel (Cassel Ruzzarin Santos Rodrigues Advogados), “o ato normativo da Polícia Federal incorreu em flagrante violação aos princípios da razoabilidade e da isonomia, porquanto impôs aos policiais rodoviários federais restrições desarrazoadas e não estendidas aos demais policiais federais, todos integrantes de órgãos responsáveis pela Segurança Pública, conforme inteligência do artigo 144 da Constituição da República, permitindo que o PRF tenha comprometida sua segurança pessoal fora do horário de efetivo serviço”.

O processo recebeu o número 1024885-51.2018.4.01.3400 e, após ser distribuído à 13ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal, sobreveio decisão determinando a redistribuição à 21ª Vara, por haver conexão com o processo nº 1014811-35.20148.4.01.3400, no qual entidade representativa de policiais civis do Distrito Federal também impugna o normativo da ANAC.