Author Archive:

RJ: Cadela da PRF encontra maconha em bagageiro de ônibus de viagem

Foram 14 quilos de maconha. Aos nove meses, essa foi a primeira carga de entorpecentes encontrada por Estella — cadela da raça Pastor Belga Malinois, que integra o Grupo de Operações com Cães (GOC-PRF) da Polícia Rodoviária Federal. A ação aconteceu na tarde desta segunda-feira, na Rodovia Presidente Dutra, altura do município de Barra do Piraí, na Região Sul do estado. O material estava em uma mala no interior do bagageiro de ônibus, que havia saído de São Paulo e tinha como destino o município de Cabo Frio, na Região dos Lagos.

Além dos entorpecentes, um homem de 25 anos, que estava no coletivo, foi preso pelos agentes por suspeita de tráfico de drogas. A identidade dele, porém, não foi revelada pela PRF. A abordagem ao coletivo aconteceu durante uma operação de repressão ao narcotráfico. Na ação, a cadela Estella foi acionada para farejar o compartimento das bagagens, onde estava o material entorpecente. O homem capturado, segundo a polícia, era o responsável pela mala onde estava a maconha.

O suspeito e o material, armazenado em tabletes, foram levados para a 94ª DP (Piraí), onde o caso foi registrado. A ação da PRF faz parte da operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do estado do Rio.

Fonte: Jornal O Globo

PE: Multas e blitze caem após cortes na PRF

A redução de serviços anunciada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após um corte de 44% no orçamento da instituição começa a manifestar seus efeitos. De 10 de julho até a última quinta-feira (10), primeiro mês de vigência da medida, o número de pessoas ou veículos fiscalizados nas rodovias federais que cortam Pernambuco foi 34% menor que o registrado no mesmo período de 2016. Já o total de autuações caiu 28,14%.

Destaque também para a redução de 8,6% no quantitativo de testes de alcoolemia, importantes para tirar de circulação condutores embriagados e prevenir acidentes. O balanço foi obtido pela Folha de Pernambuco junto à PRF.

Em números absolutos, o total de multas caiu de 11.051 para 7.941, nos períodos comparados. O de testes de alcoolemia passou de 6.378 para 5.826, e o de prisões por embriaguez ao volante, de oito para quatro. Na contramão, cresceu levemente a quantidade de multas por crime de trânsito, de 103 para 114.

As informações são preliminares, segundo a PRF. A partir de dados divulgados diariamente pela instituição no Twitter, também é possível contabilizar o total de acidentes, que permaneceu praticamente inalterado – passou de 234 para 237.

As limitações ao trabalho dos policiais rodoviários em decorrência da escassez de recursos ficam mais evidente quando se analisa as abordagens nas rodovias. Em julho e agosto de 2016, 25.231 pessoas foram fiscalizadas em blitze, número que caiu para 16.605 desde o último dia 10 de julho (-34,18%). A redução do total de veículos fiscalizados é similar – despencou de 25.412 para 16.653 (-34,46%).

“São números que a gente lamenta, porque a questão das multas, a presença dos policiais nas rodovias, tudo tem efeito pedagógico para evitar acidentes”, diz o presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado, Frederico França.

Segundo o representante, a maioria dos 15 postos da instituição em Pernambuco está funcionando com apenas uma viatura, até duas a menos que as empregadas antes, e as equipes são orientadas a sair das bases só em casos de acidentes com vítimas ou outras situações de emergência. “Na prática, os policiais não podem mais circular como antes nas rodovias. Todo o trabalho preventivo está zerado”, afirma.

O contingenciamento foi estabelecido pelo Decreto 9.018/2017, que limitou a aquisição de combustível e pagamentos de manutenção e diárias. Na época, o Ministério do Planejamento explicou que a medida foi tomada para “assegurar o cumprimento das metas fiscais” e que tratativas seriam feitas para solucionar o impasse.

Quando o corte foi anunciado, a PRF esclareceu que, a partir de 10 de julho, o atendimento na sede do Recife e nas delegacias regionais passaria a ocorrer das 8h às 12h – antes, era das 9h às 17h -, mas assegurou o expediente por 24 horas nos postos.

Sobre os dados divulgados à Folha, a assessoria de comunicação da PRF no Estado afirmou que “o contingenciamento contribuiu para essa redução” e que a instituição tem trabalhado pela recomposição orçamentária necessária para garantir a prestação de seus serviços.

Fonte: Folha de Pernambuco

RN: Após manobras arriscadas, italiano é preso por embriaguez ao volante

Um italiano de 59 anos foi preso neste sábado (12), no Rio Grande do Norte, após ser flagrado dirigindo sob efeito de álcool. A prisão aconteceu na BR-101, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. O estrangeiro foi abordado por agentes da Polícia Rodoviária Federal após fazer manobras arriscadas.

Segundo a assessoria de comunicação da PRF, o italiano vive há cinco anos no Brasil. Ele dirigia um Ford Ka quando foi detido. “Como havia suspeita de uso de bebida alcoólica, foi solicitado que ele fizesse o teste de bafômetro e foi constatado um teor de 0,54 mg/l. O valor aferido é quase o dobro do percentual que é considerado crime”, afirmou o inspetor Roberto Cabral.

Durante o final de semana, a PRF realizou 381 testes de bafômetro, com 14 motoristas autuados e quatro presos por embriaguez ao volante. O italiano preso foi levado para a Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, onde foram tomadas as medidas cabíveis.

Fonte: G1

Inscrições para evento dos 20 anos do CTB estão abertas

Estão abertas as inscrições para o evento de comemoração dos 20 anos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As atividades ocorrerão no dia 19 de setembro, às 8h30, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. A Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) é uma das organizadoras do evento.

Os interessados em participar do evento devem preencher o formulário (Inscreva-se) e já terão a sua inscrição confirmada pela organização. No dia das atividades haverá debates um seminário com debates e palestras com a participação de diversos especialistas em trânsito. A programação será divulgada em breve.

O evento faz parte da agenda da Semana Nacional do Trânsito, que ocorre entre os dias 18 e 22 de setembro. Durante esses dias, no espaço Mario Covas, haverá exposições das diversas entidades de segurança pública, imagens relacionadas ao trânsito e a importância da implementação do CTB.

Além da FenaPRF, o evento tem a coordenação da Comissão de Viação e Transportes, da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Nota Pública: Possibilidade de atraso no reajuste dos servidores públicos

Os Servidores Públicos Federais rechaçam o anúncio do governo federal sobre a possibilidade de postergar o pagamento da parcela de reposição salarial de janeiro de 2018, prevista em lei. O governo tenta, mais uma vez, transferir para os servidores e para o serviço público o peso da encruzilhada econômica do país.

As leis já sancionadas e que garantem reposições salariais a diversas categorias do serviço público federal não caíram do céu, tampouco representam acenos de simpatia e afago aos servidores. São resultado de longas e difíceis negociações, conduzidas pelo próprio governo federal por mais de dois anos, até que fossem concluídas. Não é apenas o “mercado” que exige segurança jurídica para que seus contratos sejam respeitados. Os servidores públicos também exigem tal segurança, para desempenharem com normalidade e regularidade a prestação de serviços de natureza pública, com excelência, com foco no cidadão e nos compromissos do Estado brasileiro.

As categorias envolvidas dedicaram longa jornada perante os poderes Executivo e Legislativo, até a sanção das suas respectivas leis de reestruturação. Assim o fizeram porque têm consciência da importância de terem garantida a devida segurança jurídica que permeia a natureza das funções e atividades por elas desempenhadas, sempre na busca de melhorar a prestação dos serviços públicos, definidores de um Estado Democrático de Direito.

É incompatível com a recuperação fiscal do país o panorama de negação das leis vigentes e demais incertezas plantadas pelo governo na direção do funcionalismo público federal. O governo criou um ambiente de tensão e anormalidade sobre os órgãos envolvidos, tudo o que não se quer num momento em que o Brasil precisa da união de esforços, de todos os servidores públicos, para garantir o efetivo cumprimento de suas obrigações constitucionais e superar toda sorte de dificuldades.

A alegação utilizada para postergar a reposição de janeiro de 2018 tem lastro no famigerado ajuste fiscal. As entidades que representam os servidores federais apresentam alternativas que podem ser adotadas, inclusive com maior eficiência e menor clima de tensão. Um exemplo é a revisão do novo Programa de Recuperação Fiscal (Refis), que vai deixar de cobrar dívidas milionárias, beneficiando devedores e sonegadores em detrimento da economia do país. Na medida, o governo federal pretende perdoar cerca de R$ 220,6 bilhões em dívidas tributárias ao longo dos próximos 15 anos. Absurdo! Além dessa, que o governo olhe com maior atenção para os quase 17 mil cargos em comissão (DAS), não ocupados por servidores de carreira, o que certamente chegaria a superar a “economia” pretendida com mais um ataque aos servidores públicos federais concursados.

As entidades signatárias desta Nota Pública levam ao conhecimento de todas as autoridades e da população que não aceitarão a postura do governo de descumprir leis que estão em vigor. Não aceitarão pagar uma conta que já tem sido cobrada, por diversas vias, de todo o funcionalismo público. Entendem que de forma contrária ao que se diz pelas autoridades governamentais, essa iniciativa só tende a piorar a situação fiscal do país, já que são estes servidores os responsáveis pela execução de todas as políticas empreendidas nas esferas de competência da União, inclusive as dedicadas à recuperação fiscal anunciada pelo governo federal.

Brasília-DF, 28 de julho de 2017.

Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho-SINAIT
Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal- SINDIFISCO NACIONAL
Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal -SINDIRECEITA
Associação Nacional dos Analistas e Especialistas em Infraestrutura-ANEINFRA
Associação Nacional dos Oficiais de Chancelaria do Serviço Exterior Brasileiro-ASOF
Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF)
Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais -FENAPRF
Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado-FONACATE
Sindicato Nacional dos Servidores do Ipea- Afipea-Sindical
Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários – ANFFA SINDICAL
Sindicato Nacional dos Auditores e Técnicos Federais de Finanças e Controle – UNACON Sindical
Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central-SINAL
Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrarios-SindPFA

Nova diretoria da FenaPRF é apresentada em cerimônia de posse

Aconteceu na noite desta quarta-feira, em Brasília, a cerimônia de posse da nova diretoria da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF). O evento contou com a presença de vários parlamentares, entidades de classe, além de familiares e amigos da atual gestão.

A cerimônia começou com o discurso de Pedro Cavalcanti, que ficou à frente da FenaPRF nas últimas duas gestões. Em sua fala, fez questão de ressaltar o fortalecimento da categoria nos últimos anos, passando a ser respeitada por diversos seguimentos.

Enquanto falava aos presentes, o novo Diretor Parlamentar foi surpreendido com a chegada surpresa da sua família, justamente quando citava a importância do ciclo familiar nos últimos seis anos, uma honenagem feita pelo Conselho de Representantes da entidade. Por fim, antes de assinar o termo de transição ao novo presidente, Deolindo Carniel, recebeu uma nova homenagem pelos funcionários da Federação.

Em seu discurso, Carniel fez questão de enaltecer as dificuldades vividas atualmente pela PRF e garantiu comprometimento para uma continuidade de melhora para os próximos anos. “Iremos lutar por uma remuneração adequada, por melhorias nas condições de trabalho. Tudo para que os PRFs possam continuar executando um bom trabalho à sociedade brasileira”, destacou.

Um dos parlamentares presentes na cerimônia de posse da nova diretoria foi o Deputado Federal Hugo Leal (PSB-RJ), que fez questão de enaltecer o trabalho anterior e elogiar as palavras de Carniel. “Fico feliz pelo trabalho que o (Pedro) Cavalcanti deixou. Foi um marco extraordinário nessa Federação. E feliz com a eleição do Carniel, no qual o conheço a muito tempo. O discurso dele mostra a necessidade de se olhar para a instituição de segurança pública como a única polícia ostensiva a nível federal”, destacou.

Estiveram presentes na cerimônia de posse da nova diretoria da FenaPRF os deputados federais Elizeu Dionízio (PSDB-MS), Gonzaga Patriota (PSB-PE), João Campos (PRB-GO), Aluísio Mendes (PODE-MA), Átila Lira (PSB-PI), Rodrigo Martins (PSB-PI), representantes do gabinete de Roney Nemer (PP-DF), a deputada federal Geovânia de Sá (PSDB-SC), além dos senadores Hélio José (PMDB-DF) e José Medeiros (PSD-MT).

 

A reprodução desta notícia é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência FenaPRF’

Diretoria da FenaPRF para o triênio 2017-20 é empossada

Aconteceu na manhã desta terça-feira (08), no auditório do hotel Manhattan Plaza, a cerimônia de posse da nova diretoria da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), que terá para o próximo triênio (2017/2020) Deolindo Carniel como presidente. Ele substituiu Pedro Cavalcanti, que ficou à frente da entidade nas últimas duas gestões.

Carniel, que na gestão anterior era o vice-presidente, prometeu manter a entidade no mesmo nível, ou até melhor, do que no atual cenário. “Estou no sistema sindical há muitos anos e é uma honra assumir ao cargo de presidente da FenaPRF. Eu só posso garantir uma coisa: a quem confiou em mim e até para quem é resistente ao meu nome, vocês podem ter certeza que eu darei o meu máximo para manter a FenaPRF forte, combativa e transparente”, complementou.

Após tomar posse como novo Diretor Parlamentar da FenaPRF, Cavalcanti falou aos representantes dos 25 sindicatos que compareceram à cerimônia. Em seu discurso, fez questão de enaltecer as entidades filiadas e vê a categoria mais forte, com perspectiva de um maior crescimento. “Agradeço a confiança de todos nesses seis anos que estive no cargo de presidente. Não foi fácil, mas fiz o máximo para que a FenaPRF esteja agora mais forte e organizada. Hoje temos uma sede quitada, contas em dia e regulamentos que funcionam”, destacou Cavalcanti.

Conheça a nova diretoria para o triênio 2017-20

Presidente: Deolindo Paulo Carniel (RS)
Vice-Presidente: Dovercino Borges Neto (SE)
Diretor de Secretaria: Lourismar da Silva Duarte (CE)
Diretor de Secretaria Substituto: José Aurivan de Freitas (PB)
Diretor de Finanças: Ricardo José de Souza Sá (ES)
Diretor de Finanças Substituto: Reginaldo Galdino da Silva (AL)
Diretor de Patrimônio: Itler José de Oliveira (ES)
Diretor de Patrimônio Substituto: Antônio Carlos Correia de Lima (PA)
Diretor Jurídico: Tiago Arruda Cardoso da Silva (PE)
Diretor Jurídico Substituto: Marcelo de Azevedo (GO)
Diretor Parlamentar: Pedro da Silva Cavalcanti (PE)
Diretor Parlamentar Substituto: Arthur Geovani da Cunha (MS)
Diretor de Comunicação e Divulgação: Fábio Henrique Silva Jardim (MG)
Diretor de Comunicação e Divulgação Substituto: Everson Feuser (SC)

Conselho Fiscal
Titulares:
Sanderson de Farias Oliveira (RN)
Marco Antônio Pampolha Gomes da Silva (TO)
Martinho Antônio dos Santos (PB)

Suplentes:
Fábio Serravalle Franco (BA)
Ademur Antônio Júnior (DF)
Marcos de Jesus Viana (SP)

Conselho de Ética
Titulares:
José Pereira Barros (SE)
Edjailson Tavares dos Santos (PE)
Tatiane Vasques Monteiro (CE)

Suplente:
Ernani Gomes de Andrade (CE)

[hr]

A reprodução desta notícia é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência FenaPRF’

MS: Com ajuda de cães, PRF descobre cocaína em meio a encomendas nos Correios

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu cocaína em meio a embrulhos no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas dos Correios de Campo Grande, nesta quarta-feira (2). A droga, que totalizou 200 gramas, estava numa caixa de celular e foi localizada por cães farejadores.

De acordo com informações da PRF, funcionários dos Correios desconfiaram da encomenda e solicitaram o apoio da polícia. Coma colaboração do Grupo de Operações com Cães e em a Coordenação de Segurança Empresarial dos Correios, a polícia encontrou a droga.

Conforme a polícia, uma pessoa não identificada deixou a encomenda sobre o balcão da empresa, no interior do Estado, a cidade exata não foi informada.

Ainda não há informações sobre a pessoa que tentou enviar a droga, nem qual seria o destino. A cocaína foi entregue na Polícia Federal de Campo Grande/MS, que investigará o caso. Em outras ações de apoio ao Correios, a PRF já interceptou drogas que seriam entregues até na Espanha e no Canadá.

Fonte: Campo Grande News

Presidente do Senado ouvirá Casa para elaborar pauta sobre segurança pública

O presidente do Senado, senador Eunício Oliveira, afirmou, nesta quarta-feira (2), que irá se reunir com os líderes partidários e demais senadores, a partir da semana que vem, com o objetivo de definir uma pauta prioritária sobre segurança pública.

“Queremos fazer, a partir da semana que vem, uma discussão com o Plenário, com os líderes sobre a questão da segurança pública. Vamos pegar todos os projetos que estão nas comissões e vamos fazer uma pauta da segurança pública”– disse.

Diversos senadores se manifestaram a favor de uma pauta prioritária sobre o tema. O senador Jorge Viana (PT-AC) disse que, ao discutir segurança pública, Eunício aproximará o Senado da opinião pública brasileira. O senador alertou que o país vive uma enorme insegurança e destacou que há uma ação do crime organizado se deslocando do Rio e de São Paulo para a Região Norte, especialmente para as áreas próximas às fronteiras, para chegar mais perto da produção de drogas.

“Se for perguntado hoje aos brasileiros que tema o Senado deveria não só debater, mas também tomar atitudes em relação a ele, certamente, a questão da insegurança estaria em primeiro lugar ou entre os mais cotados. É muito grave o que nós estamos vivendo”, disse.

Fronteiras
O senador João Capiberibe (PSB-AP) defendeu a elaboração de uma política nacional de segurança pública para controlar as fronteiras. O senador lembrou que, como as fronteiras são nacionais, as polícias estaduais não têm a formação e o conhecimento necessário para o seu controle.

Capiberibe destacou a importância da aprovação da PEC 24/2012, que propõe a criação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Segurança Pública. Ele disse que a medida obrigará a União a interagir com os estados.

“Mais do que recursos, esse fundo criará uma vinculação da União com os estados. Ela vai ser obrigada a ter uma política de segurança pública e interagir com os estados, com os governos estaduais e com as polícias”, explicou.

Sugestões
O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) destacou que há vários projetos prontos para serem votados, entre eles, o PLS 239/2016, que altera o Código de Processo Penal (CPP), suprimindo do artigo 292 o chamado “auto de resistência”.

O senador sugeriu que o presidente Eunício solicite também dos partidos algumas sugestões de projetos para serem votados.

Fonte: Agência Senado

PR: PRF apreende 2,1 toneladas de maconha escondidas em carga de laranja

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 2,1 toneladas de maconha escondidas em uma carga de laranja, na manhã desta sexta-feira (4), em Alto Paraíso, no noroeste do Paraná. O motorista, de 23 anos, foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Trata-se da terceira maior apreensão de maconha feita em 2017 pela PRF no Paraná, conforme a corporação. A maior ocorreu em 26 de julho, quando 4,3 toneladas de maconha foram encontradas escondidas embaixo de sacos de feijão, em Toledo, no oeste do estado. Em maio, a PRF apreendeu 2,7 toneladas de maconha em Guaíra, também no Oeste.

O caminhão apreendido nesta sexta foi abordado por volta das 6h, na BR-487, em frente à unidade operacional Porto Camargo. Os policiais desconfiaram do motorista e resolveram fazer a fiscalização do veículo, quando encontraram a droga.

Segundo a PRF, o motorista contou que carregou a droga em Itaquiraí (MS) e a levaria para São Paulo (SP). A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Xambrê, também no Noroeste, ainda de acordo com a PRF. A pena para o crime de tráfico de drogas pode chegar a 15 anos de prisão.

Fonte: G1.com