Category: Destaques

FenaPRF e Sindicatos fazem reunião na Economia para acréscimo de cidades na Indenização de Fronteira

Diretores da FenaPRF, juntamente com representantes do SINPRF/AM, SINPRF/TO e SINPRF/PA-AP, estiveram no Ministério da Economia, na noite desta terça-feira (02), para discutirem o acréscimo de cidades que fazem parte da portaria que rege a Indenização de Fronteira para a PRF. A reunião foi com o secretário-executivo adjunto, Miguel Ragone de Mattos e seus assessores.

A busca inicial é fazer com que cidades como Capanema (PA), Araguaína (TO) e Presidente Figueiredo (AM) sejam contempladas com a indenização de fronteira, como já ocorre com a Receita Federal e a Polícia Federal, que são regidas pela Lei 12.855/13, mas que possuem portarias distintas em sua regulamentação.

O diretor de patrimônio da FenaPRF Carlos Lima, que representou o presidente Deolindo Carniel na reunião, lembrou que a PRF foi a entidade menos agraciada nas portarias, com apenas 36 municípios.

“A nossa estrutura é diferente, com uma capilaridade que nenhum órgão federal tem. Somos o delegado, escrivão, carcerária, parteiro. É uma situação que trabalha na atividade fim, que trouxe ao parlamento, mas no ato da regulamentação houve o corte financeiro, não observando as peculiaridades do órgão e deixou a Amazônia Legal descoberta”, destacou.

O Coordenador-Geral de Gestão de Pessoas da PRF, Rômulo Leite, que também participou da reunião, destacou que a PRF possui recursos em caixa para este ano e que já há um trabalho para a vinculação de gastos para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), proposta pelo deputado Nicoletti (PSL-RR). “Não há impacto financeiro. É um dinheiro alocado na PRF. A sugestão é realocar que dá pra cobrir esse ano”.

O secretário-executivo, por sua vez, destacou que o mérito é justo, alegando a importância necessidade da indenização de fronteira para evitar as remoções, desqualificando-a como um “prêmio”. Por sua vez, alegou que mesmo possuindo dinheiro alocado, não poderia ser usado de imediato. “Não podemos criar despesas discricionárias para algo que seria obrigatório, com o risco de ferirmos a LDO e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Por fim, Miguel Rabone destacou que irá dar continuidade na demanda, alertando, porém, que não seria uma resposta imediata.

Estiveram na reunião, além do representante da FenaPRF e do CGGP, o presidente do SINPRF/AM, Antônio Neto, o presidente do SINPRF/TO, Marcos Gomes e o presidente em exercício do SINPRF/PA-AM, Waldermir de Souza.

Deputado Fred Costa defende segurança pública durante Comissão Especial

O deputado Fred Costa (Patriota-MG) fez uma defesa aos membros da segurança pública na noite desta terça-feira (2), durante a Comissão Especial da reforma da Previdência. O parlamentar aproveitou a sua inscrição para declarar apoio e um tratamento isonômico para as entidades de segurança como um todo.

Fred Costa destacou toda a sua fala lamentando a falta de isonomia na segurança pública. “É absolutamente inadmissível nós temos três formas distintas de tratamento (…). o Governo mandou um texto sem simetria, sem respeito a todos os envolvidos na segurança pública, que é, sim, uma prioridade para o cidadão dos grandes, médios e pequenos Municípios”, destacou.

O parlamentar complementou que irá votar a favor do Destaque 40, que remete a segurança pública. “Amanhã estarei aqui defendendo, com galhardia, aquilo que tenho convicção de que é o melhor para o Brasil: o mesmo tratamento para Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, agente socioeducativo, agente penitenciário, policial legislativo federal, mas também o guarda municipal”.

Logo na sequência, o deputado João Campos (PRB-GO) fez coro ao posicionamento de Fred Costa. “Aqui não se trata de privilégios, não se trata de querer dar um tratamento diferenciado aos agentes do sistema de segurança; dá-se, sim, em função da natureza dessa atividade. Isso ocorre no mundo todo, e no Brasil hoje é assim, inclusive no texto constitucional. Agentes de segurança pública, em razão da natureza da atividade, aqui e no mundo, têm tratamento diverso”, complementou.

O deputado Léo Moraes (PODE-RO), lembrou da apresentação de outro destaque que remete a segurança pública. “Nós apresentamos um destaque, a Emenda nº 145, que diz respeito exatamente à Segurança Pública, que garante a aposentadoria policial. Vi que a pensão por morte foi alterada nesse voto complementar. Porém, retirou a integralidade e a paridade dos servidores da Segurança Pública (…). Avançamos, sim: BPC, aposentadoria Rural, trabalhadores da educação. Mas queremos também que avance na Segurança Pública”.

PRFs intensificam trabalho pela aprovação do Destaque 40

Policiais Rodoviários Federais estiveram na Câmara dos Deputados na última terça-feira (02). Os PRFs se uniram a diversas outras categorias de operadores da segurança pública e trabalharam até o final da noite para buscar apoio pela aprovação do Destaque 40 na Comissão Especial da PEC 06/2019 (Reforma da Previdência).

Os policiais do sistema sindical dos PRFs que vieram a Brasília, além de visitar os gabinetes e angariar apoio ao Destaque 40, participaram de uma mobilização no gramado em frente ao Congresso Nacional. O movimento pacífico contou com a presença de policiais das várias categorias que compõem a União dos Policiais do Brasil (UPB).

De acordo com o presidente da FenaPRF, Deolindo Carniel, é importante que se continue buscando apoio ao destaque 40, por justiça aos policiais não militares de todo o país. “Não vamos aceitar a destruição da segurança pública brasileira em benefício do mercado financeiro. A luta pela aposentadoria policial vai continuar, não é justo que o Governo ataque a segurança pública desta maneira”, afirmou.

Policiais tomaram a Câmara dos Deputados em ato interno

Entenda
O destaque 40 foi apresentado pelo Partido Social Democrático (PSD) na Comissão Especial que analisa a Reforma da Previdência. A modificação, deixa mais justa a aposentadoria dos agentes de segurança pública dentro das mudanças impostas pelo texto original da PEC 06/2019.

Caso o destaque seja aprovado, a regra de aposentadoria dos operadores civis de segurança pública ficará mais próxima da que está sendo discutida para os policiais militares e membros das Forças Armadas, que faz justiça às atividades de risco impostas aos servidores.

Deputado Hugo Leal ratifica importância do Destaque 40 na reforma da Previdência

O deputado federal Hugo Leal (PSD-RJ) ratificou, na noite desta segunda-feira, após uma reunião na residência oficial da Câmara dos Deputados, que irá manter a propositura do Destaque 40, que defende o pleito da segurança pública.

O compromisso foi dito ao presidente da FenaPRF, Deolindo Carniel, em um video produzido pela entidade. “Vamos manter o nosso compromisso com o Destaque 40. É já deixei claro que as forças de segurança, hoje, já possuem um tratamento previdenciário próprio reconhecido. Não é precedente. É justiça”.

Durante toda a tarde, as entidades de segurança pública que compõem a UPB reuniram-se com deputados para tratar sobre a PEC 6/19. Inicialmente, haveria uma reunião da UPB com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, mas somente os deputados foram recebidos. Tal reunião teve duração de mais duas horas. Depois disso, ainda se reuniram com analistas do Ministério da Economia para alinhar o assunto. 

Os parlamentares ligados à segurança pública e que fazem parte ao Governo já haviam dito, em uma reunião no Plenário 5 da Câmara, que a ideia inicial é colocar o texto já no relatório, sem a necessidade de destaque, mas caso seja necessário, o destaque continuará sendo uma alternativa, independentemente de legendas. 

Reunião com líder do Governo
Antes da reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, o líder do Governo na Câmara, Major Vitor Hugo, recebeu as entidades em defesa da segurança pública para apresentar algumas propostas. A ideia é tentar chegar a um acordo com as categorias justamente para evitar os destaques.

PR: PRF apreende cocaína avaliada em mais de R$ 70 milhões

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 532,1 quilos de cocaína no final da tarde deste domingo (30) em Paranaguá, no litoral do Paraná.

A droga era transportada em um caminhão, abordado na BR-277, nas imediações da Unidade Operacional Alexandra. A cocaína estava em um compartimento oculto, sob o assoalho do caminhão, utilizado para o transporte de piche.

A cocaína estava dividida em 495 tabletes.

Na Europa, um quilo de cocaína pode valer cerca de 33 mil euros no atacado, o que equivale a R$ 144 mil. O montante apreendido pela PRF hoje em Paranaguá valeria cerca de R$ 76,7 milhões em um eventual destino no continente europeu.

O motorista, de 40 anos de idade, foi preso em flagrante. Aos policiais rodoviários federais, o homem disse que saiu de Osasco (SP) e entregaria o caminhão em Paranaguá. Também havia no veículo um tablete de 980 gramas de maconha.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Paranaguá. O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.

Fonte: Agência PRF

DESTAQUE 40: Confira a lista com as redes sociais dos parlamentes e lute conosco em defesa da segurança pública

Durante a live da FenaPRF, transmitida pelo Facebook, os participantes da transmissão enalteceram a importância de um engajamento da categoria nas redes sociais dos parlamentares para a aprovação do DESTAQUE 40, em defesa da segurança pública.

No link abaixo, como prometido durante a transmissão, a FenaPRF disponibiliza a lista dos membros da Comissão Especial, com os contatos de redes sociais, e-mails funcionais e os respectivos gabinetes. O documento está separado por titulares e suplentes, além da separação dos estados.

Confira a gravação da Live da FenaPRF desta quinta-feira

180 mil pessoas foram alcançadas no Tuitaço em favor da aposentadoria policial

Pouco mais de 180 mil pessoas foram alcançadas no Twitter com a mensagem de que a aposentadoria policial é direito e não um privilégio. O Twittaço promovido pela UPB, que ocorreu na terça-feira (25) na rede social, apontou um forte engajamento da categoria neste primeiro momento da ação.

O ato foi iniciado já na madrugada de terça-feira (25), na fase final de tramitação na Comissão Especial sobre a PEC 6/19. O ápice das menções ocorreu por volta das 20h. Policiais das mais diversas categoriais mostram sua força na rede social e mostraram que o Brasil precisa valorizar aquele que defende a vida dos cidadãos.

O relatório pós ato mostra que as hashtag #AposentadoriaPolicialNãoÉPrivilégio e #AposentadoriaPolicialÉDireito foram usadas em 32 mil oportunidades, alcançando 180 mil impressões.

Para os próximos atos, para que um número maior de pessoas seja alcançado, é necessário um forte engajamento do efetivo e de seus familiares, seja para a difusão da mensagem, como também na pressão nos parlamentares.

É importante, principalmente nesta reta final de apreciação do texto, uma conscientização do efetivo para um engajamento ainda mais amplo para que conquistemos a manutenção de nossos direitos. Quanto mais policiais e familiares participarem, maior a possibilidade de alcançarmos os nossos direitos.

SinPRF/MG organizará 2ª Edição da Corrida PRF

O Sindicato dos PRFs em Minas Gerais, com apoio da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal em MG, organiza a II Corrida da PRF. Policiais e adeptos da corrida de rua terão quatro diferentes modalidades para disputar troféus e medalhas em prol da segurança nas rodovias brasileiras.

A corrida faz parte de uma manhã de eventos com atividades que focarão na educação para a segurança no trânsito brasileiro, e, principalmente nas rodovias que atravessam o estado de Minas Gerais.

O evento ocorrerá no dia 1º de setembro na Praça do Sol, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte e tem abertura programada para as 7h.

Serviço:

INSCRIÇÕES: Clique aqui
DATA: Domingo – 01 de Setembro de 2019
MODALIDADE: CORRIDA 16 KM (2 voltas) :: CORRIDA 8 KM :: CORRIDA 4 KM e CAMINHADA 4 KM
LOCAL: PRAÇA DO SOL – PARQUE SARANDI – CONTAGEM

CRONOGRAMA:
07h00 – Abertura da Arena
07h50 – Alongamentos
08h00 – Largada Corrida de 4 km
08h30 – Largada Corrida de 16 km e 8 km
09h30 – Largada Caminhada de 4 km
09h35 – Início das cerimônias de premiação

VALORES:
1º Lote – R$ 45,00 até 10/07/2019
2º Lote – R$ 55,00 até 22/07/2019
3º Lote – R$ 65,00 até 31/08/2019 (ou enquanto houver vagas)

PREMIAÇÃO:
Todos os atletas receberão ao final do evento uma medalha de participação e os 3 primeiros colocados no geral masculino e no geral feminino na CORRIDA DE 16KM, 8KM e de 4KM receberão um troféu ou medalha especial cada.

PSD fecha questão em defesa da segurança pública brasileira

No dia de ontem (25), o Partido Social Democrático (PSD) fechou questão em defesa da segurança pública do país, após reunião de bancada, com a defesa e destaque de uma emenda que trata sobre os policiais e profissionais de segurança pública não-militares no âmbito da Comissão Especial da PEC 06/19.

A construção deste posicionamento contou com o trabalho incansável do sistema sindical dos PRFs, em conjunto com as demais entidades que compõem a UPB – União dos Policiais do Brasil, no convencimento dos parlamentares, com a demonstração dos dados irrefutáveis que atestam a necessidade de uma maior proteção a todos os profissionais de segurança pública na reforma da previdência.

Ao longo de todo o dia de ontem, e sob a liderança dos Deputados Hugo Leal (PSD/RJ) e Marco Bertaiolli (PSD/SP), os representantes do sistema sindical dos PRFs e demais categorias da segurança pública brasileira trabalharam na construção técnica e política de um destaque que pudesse ser apresentado pelo partido, para votação em separado do relatório que será apreciado na comissão especial da PEC 06 nos próximos dias.

No final da tarde, em reunião de bancada, e com a presença do presidente da FenaPRF, Deolindo Carniel, e demais presidentes das entidades da UPB, o partido fechou questão no apoio incondicional aos profissionais da segurança pública, formalizando a apresentação do destaque número 40.

Para Carniel, uma grande conquista a ser celebrada na caminhada, mas com ressalvas importantes: “Nossa luta tem sido incansável para a defesa de todos os profissionais de segurança pública! O parlamento tem a ciência de que diariamente homens e mulheres da segurança colocam suas vidas em risco e doam sua saúde em defesa da sociedade. E isto se confirmou nesta definição do PSD hoje. Mas precisamos continuar a luta, e buscar o convencimento dos demais partidos e parlamentares, para que os PRFs e demais trabalhadores da segurança pública não sejam abandonados à própria sorte na reforma da previdência.”

Tuitaço cobra Governo quanto à aposentadoria policial

Movimento organizado pela União dos Policiais do Brasil estimula os policiais brasileiros a se manifestarem nas redes sociais, com maior ênfase no Twitter, com a hashtag #AposentadoriaPolicialNaoEPrivilegio para chamar a atenção de autoridades quanto à injustiça aos policiais não militares na Reforma da Previdência.

O ato iniciado na madrugada desta terça-feira (25), está mobilizando policiais de todas as forças no Brasil. O movimento ocorrerá durante toda a terça-feira e terá seu ápice às 20h, momento em que está programado reforço de ações na rede social.

A intenção da UPB é que os tuítes sensibilizem os principais atores da PEC 06/2019, tais como o relator do texto na Comissão Especial da Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), o presidente Jair Bolsonaro e lideranças dos partidos na Câmara dos Deputados.