Category: Notícias Sindicais

Sistema sindical dos PRFs organiza lançamento de UPBs em todo o Brasil

Sindicatos regionais de PRFs em todo o Brasil têm se mobilizado em conjunto com outras categorias de operadores da segurança pública e formado representações estaduais da União dos Policiais do Brasil (UPB).

UPB RN

UPB RN

Na última segunda-feira e nesta terça, foram reativadas e lançadas UPBs em Santa Catarina, Bahia, Pernambuco, Sergipe, São Paulo e Rio Grande do Norte. Ao longo desta semana outros estados também deverão ter novidades sobre o assunto.

A união de categorias de operadores da segurança pública em torno da UPB é importantíssima para que direitos de aposentadoria dos policiais brasileiros não sejam retirados e haja uma luta uniforme em todas as unidades da Federação.

Parlamentares são recepcionados por sindicalistas contra a reforma da Previdência

A depender da luta dos policiais rodoviários federais e demais membros da segurança pública, o texto da reforma da Previdência será modificado. Diversos policiais rodoviários federais de Brasília, Goiás, além de sindicatos de outros estados que já estavam em Brasília para as atividades da semana, estiveram no aeroporto de Brasília, na terça-feira, para recepcionar deputados e senadores que chegavam na capital federal e pressionar os parlamentares para que possam ouvir os anseios dos policiais.

A mobilização no aeroporto serviu para alertar os parlamentares sobre os malefícios que a reforma da Previdência pode trazer à segurança pública como um todo. O ato contou com a participação de entidades-membros da União dos Policiais do Brasil. Tal fato também ocorreu em outros estados da federação, todos com a mesma intenção: a melhora da segurança pública e a manutenção de garantias de direitos.

Confira as fotos do ato:
https://photos.app.goo.gl/GTrdDUcMB7gAygBy6

Deputado PRF solicita audiência pública com a UPB para tratar sobre reforma da Previdência

O deputado federal Fábio Henrique (PDT-SE) apresentou à Comissão de Segurança Pública um requerimento para a realização de uma audiência pública com os membros da União dos Policiais do Brasil (UPB) para debater a proposta da reforma da Previdência no que compete aos profissionais da segurança pública.

No documento apresentado nesta quarta-feira (3), o parlamentar, que também é PRF, explica que a ideia e esclarecer aos membros da segurança pública o verdadeiro impacto da reforma da Previdência para o setor. O texto está sob análise de parecer na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) e deve ter o seu mérito aprovado na próxima semana.

Na comissão, Fábio Henrique ainda defendeu a importância da audiência pública. “O requerimento é que sejam convocadas todas as entidades que fazem parte da UPB, já que são membros que falam por todas as categorias. A ideia é trazer pontos importantes da comissão de segurança pública nessa que pode ser a principal pauta a ser votada nessa legislatura”.

A Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, uma das entidades-membro da UPB, estará presente na audiência em defesa da aposentadoria policial, além de outros temas.
A audiência pública ainda carece de data a ser marcada pela Comissão de Segurança Pública.

SinPRF-RS e UPB-RS realizam atos no aeroporto de Porto Alegre contra a reforma da Previdência

A União dos Policiais do Brasil no Rio Grande do Sul realizou manifestações no aeroporto internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, na segunda e terça-feiras, em repúdio a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo atual governo. O evento contou com a presença do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais, do Sindicato dos Policiais Federais e o Sindicato da Polícia Civil.

O intuito de realizar os atos na segunda e terça-feira foi de chamar a atenção dos parlamentares que viriam a Brasília para os trabalhos da semana no Congresso Nacional. O texto apresentado pelo governo é tido como prejudicial a toda categoria das polícias.

Tais manifestações acontecem em várias cidades do país, como proposto pela coordenação nacional da UPB.

Confira as fotos: https://photos.app.goo.gl/QpKei6uJKVWKQPp49

UPB-ES realiza evento com parlamentares para debater impacto da reforma da Previdência na segurança pública

A União dos Policiais do Brasil do Espírito Santo (UPB-ES) realizou, nesta segunda-feira (1º), um café da manhã com parlamentares para debater os impactos da reforma da Previdência na segurança pública. O evento faz parte de uma série de atividades da UPB contra o texto apresentado recentemente ao Congresso Nacional e aconteceu no Tribunal de Contas do Espírito Santo, em Vitória.

O Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Espírito Santo foi uma das entidades que organizaram o evento. Além disso, a FenaPRF também esteve presente, com uma palestra do diretor jurídico Marcelo Azevedo. O presidente do SinPRF-MG, José Henrique, também participou do evento.

O evento contou com a presença de deputados federais capixabas, como Josias da Vitória (PPS-ES), Amaro Neto (PRB-ES), além do senador Fabiano Contarato (Rede), além de deputados estaduais da comissão de segurança pública da Assembleia Legislativa do Espírito Santo. Os deputados que não puderam comparecer ao evento por algum imprevisto, enviaram seus representantes.

Além do SinPRF-ES, a UPB-ES é composta pela Associação dos Escrivães da Policia Civil; Sindicato dos Servidores do Atendimento Socioeducativo; Associação dos Agentes de Policia Civil; Sindicato dos Policiais Federais; Sindicato dos Policiais Civis; e Sindicato dos Inspetores Penitenciários (todas as entidades do Espírito Santo).

Entidades policiais lutam contra a Reforma da Previdência

Sindicatos e representantes de categorias de operadores da segurança pública iniciaram manifestações contra a Reforma da Previdência em todos os estados brasileiros. O maior foco dos atos é nos aeroportos, onde os parlamentares embarcam para iniciar os trabalhos na semana.

Em Brasília, na manhã da próxima terça-feira (02), policiais de todas as categorias farão o ato no Aeroporto Internacional de Brasília para recepcionar deputados, senadores e autoridades que estiverem desembarcando na cidade. Serão entregues materiais impressos explicando a injustiça do texto para a Reforma da Previdência aos policiais civis, que tiveram um tratamento desigual em relação aos militares.

O ato no Aeroporto de Brasília iniciará às 8h da manhã no portão de desembarque de voos nacionais.

Representantes da UPB vão à Casa Civil para discutir Reforma da Previdência

Representantes das entidades que compõem a União dos Policias do Brasil (UPB), estiveram reunidos, na Casa Civil, com o secretário executivo, Abraham Weintraub, para tratar da aposentadoria dos profissionais de segurança pública. O encontro ocorreu na terça-feira (26).

A reunião deu continuidade às tratativas que envolvem as peculiaridades da atividade policial desenvolvida pelos profissionais de segurança pública.

Durante as falas, foi reafirmada a importância de ser respeitada a similaridade existente entre a atividade exercida por servidores de segurança pública e militares em termos previdenciários, uma vez que se repetem os pressupostos constitucionais e legais da atividade de risco e da dedicação exclusiva.

Os trabalhos de convencimento junto ao Governo Federal e ao Congresso Nacional continuarão, até que sejam realizados os devidos ajustes na Proposta de Emenda à Constituição que trata da nova Previdência, a PEC 06/2019.

Nova Previdência prejudicará ainda mais a segurança pública do Brasil

A nova reforma da previdência desconsidera as especificidades da atividade policial e traz uma série de prejuízos aos policiais rodoviários federais e demais policiais civis brasileiros.

A segurança pública brasileira sofrerá ainda mais se a PEC 06/2019 for aprovada dentro dos termos atuais.

A aposentadoria policial diferenciada não é privilégio, mas uma necessidade urgente para o futuro da segurança pública nacional.

A FenaPRF compõe a luta da União dos Policiais do Brasil pela proteção dos profissionais brasileiros de segurança pública.

Presidente da FenaPRF participa de Jantar Parlamentar em Belo Horizonte, organizado pelo SinPRF-MG

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, Deolindo Carniel, participou nesta segunda-feira (25) do Jantar Parlamentar, oferecido em conjunto pelo Sindicato Policiais Rodoviários Federais de Minas Gerais e pelo Sindicato dos Policiais Federais daquele estado. O evento aconteceu no auditório da Associação Mineira do Ministério Público, em Belo Horizonte.

A cerimônia, que acontece desde 2012, condecora aqueles que se destacaram nos cenários políticos, social, cultural no que tange a segurança pública. Tal insígnia é a maior honraria concedida pelo SinPRF-MG e pelo SinPEF-MG, que são aprovados pelo Conselho de Agraciamento da Comenda, criado pelos dois sindicados em questão.

Deolindo Carniel enalteceu a realização do evento. “Esse tipo de cerimônia é importante para as entidades, principalmente em um momento aonde os servidores estão sendo atacados”, pontuou.

O presidente da FenaPRF aproveitou o momento para destacar os desafios sindicais contra a reforma da Previdência, principalmente nos moldes atuais. “O modelo atual não é o ideal para os policiais. Precisamos de garantias e uma diferenciação, assim como tem sido dado aos militares. Temos que usar nossas bases para nos fortalecer e impedir um desmonte da segurança pública”.

Na sequencia, os homenageados foram condecorados com a medalha de honra, sendo eles:
– Paulo Eduardo Rocha Brant – Vice-governador de Minas Gerais;
– Alvaro Dias – Senador da República;
– Antônio Anastasia – Senador da República, representado por seu Assessor Chefe, senhor Gustavo de Castro Magalhães;
– Mauro Lopes Ribeiro – Deputado Federal, representado pelo Vice-presidente do SINPRF-MG, senhor Xisto Moreira;
– Lincoln Portela – Deputado Federal;
– Subtenente Gonzaga – Deputado Federal;
– José Robalinho Cavalcanti – Presidente da ANPR;
– Enéias Xavier Gomes – Presidente da AMMP;

Em uma deferência especial, no mês da mulher, elas também foram homenageadas:
– Adriana Augusta de Moura Souza – Procuradora Chefe do Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais (MPT-MG);
– Alexandra Roberto de Lima Lauand – Agente de Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados;
– Monique Cheker Mendes – Procuradora da República;
– Fabrizia de Pinho Nicolai – Agente de Polícia Rodoviária Federal e Diretora Social do SINPRF-MG;
– Janaína Magalhães – Agente de Polícia Federal (Interpol RJ);
– Nancy Ferraz – Examinadora da Polícia Civil de Minas Gerais;
– Ilva Maria Franca Lauria – Vice-Presidente de Assuntos Parlamentares da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil.

Assembleias movimentam semana da FenaPRF em Brasília

Durante a semana, o conselho de representantes dos PRFs esteve reunido em Brasília para participar de Assembleia Geral Extraordinária, Ordinária e realizar atividades parlamentares no Congresso Nacional junto aos deputados e senadores de seus devidos estados de origem.

Na Assembleia Geral Extraordinária (AGE), os sindicalistas discutiram as maneiras como serão abordadas as lutas contra a Reforma da Previdência e contra a MP 873/19. Ficou definido que os sindicatos regionais da PRF se unirão aos sindicatos de outras categorias policiais para realizar o reativamento da União dos Policiais do Brasil (UPB) em nível estadual, para melhor mobilização e fortalecimento das categorias.

Já na Assembleia Geral Ordinária (AGO), que ocorre anualmente, foram aprovados os gastos da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) em 2018 e discutido o orçamento da FenaPRF para o exercício até março de 2020. Todas as contas tiveram aprovação do Conselho Fiscal da Federação e do Conselho de Representantes.

Atividade parlamentar
Foram destinados horários específicos para que os representantes dos sindicatos pudessem visitar os parlamentares de seus estados para conseguir apoio à Frente Parlamentar em Defesa da PRF, que será relançada no próximo dia 2 de Abril. Além da busca de adesão à frente, os PRFs obtiveram apoio na luta contra o atual texto da Reforma da Previdência, que prejudica os policiais brasileiros.