Category: PRF em Ação

PRF aumenta fiscalização nas estradas para combater crimes ambientais

A Polícia Rodoviária Federal aumentou a fiscalização nas estradas para combater crimes ambientais. Entre eles, um tipo muito comum, mas difícil de detectar.

Um caminhão seguia do Maranhão para o Mato Grosso do Sul com mais de quinhentas estacas de aroeira, espécie ameaçada. O motorista e o dono da carga foram presos.

Em Cariri do Tocantins, a polícia prendeu pai e filho que levavam 79 aves, entre elas araras-vermelhas, em risco de extinção. Só nos primeiros nove meses de 2018, quase 1,3 mil crimes ambientais foram flagrados nas BRs de todo o país.

Outra prática criminosa comum nas estradas nem sempre é fácil de detectar, mas causam grandes danos ao meio ambiente, à nossa saúde e à dos animais: é a fraude que aumenta a poluição gerada por caminhões.

Em São Paulo, os policiais apreenderam um caminhão que presta serviço aos Correios usando diesel proibido e sem o aditivo obrigatório. O veículo tinha até um dispositivo para esconder a fraude. Situações assim se espalham pelo país. Outro caminhão, que também trabalha para os Correios, foi apreendido em Araguaína, no Tocantins.

No Brasil, os veículos a diesel fabricados desde 2012 são obrigados por lei a usar tecnologia que reduz os gases tóxicos. Para escapar das fiscalizações, os caminhoneiros trocam mensagens e combinam até desvios. Em Gurupi, no Tocantins, o motorista foi multado em R$ 120 mil.

“A PRF qualifica como autor tanto o condutor do veículo, quanto o proprietário do veículo. É observado que muitas empresas, com grandes frotas, praticam esse tipo de crime a fim de economizar e colocam em risco a nossa sociedade”, diz o policial rodoviário federal Daniel de Oliveira.

Os Correios declararam que aguardam o envio da documentação da Polícia Rodoviária Federal para aplicar as penalidades previstas, em contrato, contra as empresas terceirizadas flagradas com combustível adulterado.

Reprodução: Jornal Nacional

PRF recupera 127 veículos durante a operação Hircus IV no Maranhão e Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o apoio das polícias civis do Maranhão e Bahia,  deflagrou entre os dias 2 e 10 de novembro, a Operação Hircus IV, que teve como objetivo o combate à fraudes veiculares e a recuperação de veículos adulterados, roubados ou furtados que circulavam nesses dois estados. A operação foi executada em 32 municípios e resultou na prisão de 95 pessoas e na recuperação de 76 motocicletas e 51 automóveis, totalizando 127 veículos, além da apreensão de diversos documentos falsos e outros itens ligados à fraudes veiculares.

A operação contou com cerca de 50 agentes da PRF atuando por dia, durante os 8 dias de ação operacional. Todos os agentes envolvidos são especializados no combate à fraudes veiculares e de apoio de inteligência. No Maranhão, os policiais atuaram nos municípios do sudoeste e na baixada maranhense além de ações na região dos Lençóis, Baixo Parnaíba, Cocais e no centro do estado. Na Bahia, os policiais concentraram suas ações em regiões distantes da capital, especialmente no oeste do estado.

Em uma das fases da operação Hircus IV, a PRF prendeu um homem de 42 anos identificado como o maior receptador de veículos roubados do oeste baiano. Com ele foram encontrados uma caminhonete e uma motocicleta roubados, que seriam adulterados e posteriormente revendidos, além de grande quantidade de documentos falsos. Logo após a sua prisão, foram recuperamos outros seis veículos que já haviam sido vendidos por ele e estavam em posse de outras pessoas que também foram presas pelo crime de receptação.

O combate às fraudes veiculares é uma das áreas de atuação ordinárias da PRF e ações pontuais como a Hircus IV são realizadas quando se verifica uma maior incidência desse tipo de crime em determinadas regiões do país. De primeiro de janeiro ao dia dez de novembro deste ano, as apreensões de veículos realizadas pela PRF alcançaram a marca de 7.031 veículos que, comparada com os 5.731 veículos apreendidos no mesmo período do ano passado corresponde a um crescimento de 22%.

Como funciona o crime
O crime de fraudes veiculares resulta em múltiplas vítimas e está dividido em três fases distintas: o roubo, a adulteração e a revenda.

Na primeira fase temos claramente identificada a primeira vítima, que é a pessoa que teve seu veículo furtado ou roubado e, neste último caso, frequentemente com o uso de violência por parte dos criminosos.

Na segunda fase, a adulteração, os criminosos trocam a identificação do veículo e seus documentos para que pareça ser um veículo regular, também conhecida como clonagem. Neste momento o veículo recebe placas de outro veículo idêntico e o proprietário desse veículo, que se encontra em situação regular, torna-se a segunda vítima dos criminosos pois passa, muitas vezes, a receber multas de trânsito por infrações relacionadas ao veículo clonado.

A terceira e última fase é a revenda, alimentada pelo comércio ilegal desses veículos clonados, muitas vezes negociados em sites na internet por valores inferiores ao preço real do veículo. Nesta terceira fase do crime temos a terceira vítima em potencial, o comprador que, inadvertidamente, passa a ter a posse do veículo clonado.

Histórico
Somadas, as quatro edições da Operação Hircus resultaram na recuperação de mais de 500 veículos. A primeira edição ocorreu no estado do Piauí, em 2013, onde foram apreendidos 123 veículos com ocorrência de roubo ou furto. A segunda edição aconteceu simultaneamente nos estados do Piauí e  Bahia, totalizando 164 veículos recuperados. A Hircus III, deflagrada no Maranhão no ano passado, resultou em 105 veículos apreendidos. A edição atual soma 127 veículos recuperados nos dois estados.

O nome da operação, Hircus, se refere à uma variedade de caprinos presente na região do nordeste brasileiro. Na linguagem policial o “cabrito” designa um veículo de procedência ilícita: roubado, furtado, adulterado ou clonado.

Fonte: Cenário MT

AC: PRF recupera caminhonete que havia sido roubada em Pernambuco e que seria levada para a fronteira com a Bolívia

Por volta das 10h00min do último sábado, 10 de novembro de 2018, no km115 da BR-364, na Unidade Operacional de fiscalização, a equipe PRF abordou uma caminhonete Hilux, cujo condutor e passageiro seguiam de Rio Branco para a fronteira com a Bolívia.

Durante a fiscalização constatou-se que o documento do veículo (CRLV) apresentava indícios de adulteração. Diante disto, os Policiais Rodoviários Federais (PRFs) aprofundaram a fiscalização e observaram indícios de possível adulteração também em outros elementos de identificação do veículo.

Após consultas aos sistemas disponíveis, foi possível verificar que a placa original havia sido trocada, e que a caminhonete fora roubada, com emprego de violência, no dia 06/07/2018, na cidade de Camocim de São Felix/PE.

Em face das evidências, os ocupantes da caminhonete receberam voz de prisão, foram encaminhados para a Sede da Polícia Federal em Rio Branco/AC e podem responder criminalmente por uso de documento falso, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Este é o 36° veículo recuperado, de janeiro a novembro de 2018 pela PRF/AC. No mesmo período do ano passado, foram 16 veículos o que representa um aumento de 125% de veículos recuperados pela PRF nas rodovias federais no Estado do Acre, em relação ao mesmo período de 2017.

“Os números demonstram o empenho e comprometimento dos nossos policiais em servir a sociedade”, informou o Insp. Nelis Newton, Superintendente da PRF/AC.

Fonte: Cenário MT

SC: Em três dias, PRF multa 87 motoristas por embriaguez

A Polícia Rodoviária Federal multou 87 motoristas que estavam dirigindo embriagados, nas rodovias federais que cortam Santa Catarina, entre sexta-feira (9) e domingo (11). Durante o fim de semana, os agentes realizaram duas operações para evitar esse tipo de infração.

Foram nessas ações especiais que houve o maior número de autuações. Um dos trabalhos foi realizado em Balneário Camboriú, entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado (10), na BR-101. Na noite seguinte, houve uma nova operação, na BR-163, em São Miguel do Oeste.

Os motoristas receberam multa no valor de R$ 2.934,70 e tiveram as carteiras de motorista recolhidas. Além disso, eles terão o direito de dirigir suspenso por 12 meses. Caso sejam novamente flagrados dirigindo sob o efeito de álcool, terão que pagar o dobro da multa.

Somente neste ano, nas rodovias federais, 4 mil motoristas foram flagrados dirigindo embriagados.

Fonte: ClicRBS

DF: Homem é preso com R$ 77 mil em caixa de sapato na BR-060

Um homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) transportando R$ 77.450 enquanto trafegava pela BR-060, no Distrito Federal. Ele foi parado por agentes de fiscalização na manhã desse domingo (4/11) durante operação promovida pela corporação para o feriado prolongado do Dia de Finados.

À polícia, o homem não soube explicar a origem da quantia, guardada dentro de uma caixa de sapatos. Após consultar o nome do suspeito no sistema, a PRF verificou que ele respondia na Justiça por envolvimento com roubo de carga.

A ocorrência foi encaminhada à 27ª Delegacia de Polícia, no Recanto das Emas, que irá apurar a procedência do dinheiro.

Operação Finados
Nos últimos quatro dias, a PRF registrou 821 flagrantes de irregularidades nas rodovias que ligam o DF ao Entorno. Mais da metade referente a excesso de velocidade — 517 casos.

Ao total, foram 16 acidentes com 17 pessoas feridas. A corporação notificou nove motoristas dirigindo sob efeito de álcool, sete deles foram presos em flagrante. A operação teve início na última quinta-feira (1º) e foi encerrada no fim do domingo.

PR: PRF acha maconha escondida em brinquedos e bolsas de crianças na BR-277

Um casal foi preso depois de policiais rodoviários federais encontrarem maconha em meio a brinquedos dos filhos dos suspeitos.

O flagrante foi feito no começo da tarde desta sexta-feira (2) na BR-277 em Santa Terezinha de Itaipu, no oeste do Paraná.

Os policiais desconfiaram do carro com placas de São Paulo (SP) e o abordaram.

No veículo estavam o motorista, de 32 anos, uma mulher, de 21 anos, e duas crianças, uma de três anos e outra de dez meses. Segundo a PRF, o homem é pai da menina mais nova e a mulher, mãe das duas.

Os tabletes com cerca de 17,5 kg da droga estavam em meio aos brinquedos e dentro de uma bolsa de criança.

Aos agentes, o motorista disse que pegou a maconha no Paraguai e a levaria para São Paulo (SP).

O casal foi preso e encaminhado à delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu e as crianças entregues ao Conselho Tutelar.

Fonte: G1

RJ: PRF apreende mais de 100 quilos de cocaína

Mais de 100 quilos de cocaína foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Seropédica, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, na madrugada deste sábado. A droga estava escondida em meio a uma carga de sucata. Segundo a PRF, a cocaína seria entregue no Complexo da Maré, na zona norte da capital fluminense.

A descoberta da droga aconteceu durante uma blitz na BR 465, antiga rodovia Rio-São Paulo. Os policiais desconfiaram do motorista de um caminhão e resolveram abordá-lo. Ele demonstrou nervosismo e caiu em contradição sobre o motivo da viagem.

Para inspecionar a carga, foi então usado cães farejadores que identificaram a presença da droga escondida em meio a 20 toneladas de sucata. Os policiais encontraram vários tabletes de cocaína. O motorista, de Arujá, cidade da Grande São Paulo, disse que pegou o caminhão em Volta Redonda, na região sul do estado.

Ele contou ainda que receberia R$ 2 mil para levar a carga até Ramos, bairro da zona norte da cidade. O suspeito, de 42 anos, foi encaminhado para a Polícia Federal, no centro do Rio. O motorista foi indiciado por tráfico de entorpecentes.

Fonte: Agência Brasil

Feriado nas estradas: PRF já prepara operação nacional

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou que dará início a uma operação de fiscalização durante o feriado do Dia de Finados. De alcance nacional, a ação inclui radares móveis, etilômetros (“bafômetros”) passivos e tradicionais, e iniciativas de educação no trânsito. A operação de feriado nas estradas começa no início da quinta-feira (1º), às zero horas, e vai até domingo (4), às 23:59.

De acordo com a instituição, o objetivo da PRF é reduzir a prevenção e redução da gravidade de acidentes, além do aumento da percepção de segurança nas rodovias federais. A Polícia Rodoviária também pretende intensificar o combate à criminalidade nas estradas.

Além disso, a PRF planejou atividades voltadas para a educação no trânsito com o Cinema Rodoviário. A ação trata de tópicos como excesso de velocidade, uso do cinto de segurança, alcoolização ao volante, ultrapassagens proibidas, acidentes com motocicletas e manutenção veicular.

Entre as ações da polícia para o feriado nas estradas, estão o uso de radares móveis e o etilômetro, aparelho mais conhecido como “bafômetro”. Além do equipamento tradicional, que exige o sopro do condutor, a PRF de alguns estados também pode utilizar o etiômetro passivo, capaz de medir o nível de álcool através do hálito, dispensando a necessidade do sopro.

21 mil pessoas em 2017
Como é de costume, o feriado nas estradas atrai um aumento no fluxo de veículos, o que aumenta a ocorrência de acidentes. No ano passado, a operação do Dia de Finados registrou 224 acidentes graves, com 1.015 feridos e 73 mortos. No período, 59 mil veículos foram fiscalizados, 31.241 testes de alcoolemia foram feitos, e 700 condutores foram flagrados sob o efeito de álcool.

Quanto ao combate ao crime, a PRF apreendeu mais de 770 quilos de maconha, 14 quilos de cocaína, 19 mil pacotes de cigarro ilegais, 83 armas de fogo, e recuperou 109 veículos. Ao todo, mais de 21 mil pessoas foram alcanças pela operação do feriado nas estradas que, no ano passado, durou um dia a mais, pois começou em uma quinta-feira.

RJ: Agentes da PRF flagram motorista em Volta Redonda com 30 quilos de cocaína

Policiais Rodoviários Federais prenderam, no fim da noite desta terça-feira, 30, um homem de 40 anos com 30 quilos de cocaína. A droga estava escondida sob o banco traseiro de um veículo que passava pela Presidente Dutra (BR-116), em Volta Redonda, durante uma fiscalização de rotina da PRF. Os policiais rodoviários federais descobriram que a droga vinha do complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, e teria como destino a cidade de Resende.

O motorista teria relatado aos agentes que receberia uma quantia de R$ 2 mil para realizar o transporte do entorpecente. O caso foi levado para a 93ª Delegacia de Polícia (DP) onde o motorista foi preso em flagrante e deverá responder por tráfico de drogas ilícitas, cuja pena varia de 5 a 15 anos de reclusão.

Reprodução: A Voz da Cidade

PR: Motorista é preso pela PRF com 400 mil carteiras de cigarro contrabandeadas em carreta roubada

Um motorista foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na manhã desta terça-feira (30), transportando 400 mil carteiras de cigarro contrabandeadas que eram transportadas em uma carreta roubada.

O veículo foi abordado na BR-487, em Alto Paraíso, no noroeste do Paraná. A carga, trazida ilegalmente do Paraguai, saiu de Ponta Porã (MS) e seria levada até Maringá, no norte do estado, conforme relato do condutor aos policiais.

Tanto o caminhão quanto o semirreboque tinham placas falsas, e tinham alerta de roubo. O caminhão havia sido roubado no último mês de maio, em Itajaí (SC). E o semirreboque, no último dia 4, em São Mateus do Sul, na região sul do Paraná.

A PRF informou que o condutor, que tem 41 anos e foi preso em flagrante, deve responder pelos crimes de receptação, contrabando e adulteração de sinal identificador de veículo. A ocorrência foi para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra, no oeste.

Reprodução: G1