Constribuição previdenciária dos inativos será questionada