Criança e trabalho: infância perdida