Decisão impede que passageiros sejam cobrados por tarifa de conexão aérea