Em reabertura de negociações, Planejamento volta a falar em austeridade e necessidade de prolongar debate até agosto