Empate no Supremo e aprovação da perda automática de mandato são os destaques da Semana