Feminicídio cometido durante medida protetiva poderá ter pena agravada