Há dois momentos em que é comum sermos lembrados: quando somos vistos e quando não