Ministério do Trabalho estuda rever norma para conter abertura indiscriminada de sindicatos