Ministro do TCU pede vistas ao processo que equipara tempo na atividade militar como atividade de risco

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um dia após a FENAPRF, acompanhada do deputado Nicoletti, apresentar aos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) os memoriais sobre o cômputo do tempo de serviço prestado às Forças Armadas como atividade de risco, o ministro Benjamin Zymler, que inicialmente tinha posicionamento contrário ao tema, pediu vistas para analisar as informações passadas pelas Federação.

O processo já continha um voto do próprio relator favorável ao reconhecimento, além de um segundo voto a favor do reconhecimento do tempo de serviço da atividade militar como atividade policial. Após os dois votos, houve um pedido de vistas e voltou ao Plenário nesta quarta-feira. Foi quando o ministro Bejamim Zymler pediu vistas ao processo com base nos memoriais apresentados pela Federação.

Na terça-feira, a FenaPRF, acompanhada do deputado e PRF Nicoletti, esteve com o ministro Walton Rodrigues para apresentar os memoriais, que foram repassados aos demais membros do TCU que cuidam do processo. A apresentação tem como argumento o próprio reconhecimento do Governo, através do texto da reforma da Previdência, aprovado recentemente na Câmara dos Deputados, que reconhece esse tempo.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.