Mulheres em risco de violência poderão ter proteção sem inquérito policial