Planejamento recebe sistema sindical para debater Indenização de Fronteira para Amazônia Legal

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Representantes de estados que fazem parte da Amazônia Legal foram ao Ministério do Planejamento para buscar apoio sobre a inclusão de localidades estratégicas não contempladas no rol da portaria 456/17, indenização de fronteira, para aquela região. O encontro ocorreu um dia após a reunião no Ministério da Segurança Pública.

A reunião dos representantes do sistema sindical da PRF foi com o diretor do Departamento de Relações do Trabalho no Serviço Público, Paulo Campolina. O setor faz parte da Secretaria de Gestão de Pessoas, que cuida necessariamente desta matéria. João Gabriel Ribeiro, chefe da divisão de Estudos Normativos de Relação de Trabalho, além de Paula Pimentel, analista de negócios da CNES, também ouviram as demandas da FenaPRF e dos SinPRFs.

A PRF já formulou uma proposta técnica com uma reformulação em seu orçamento para possibilitar que localidades que fazem parte do cinturão da Amazônia Legal (Região Norte + Mato Grosso e Maranhão) também sejam contemplados. Para que a inclusão ocorra, depende da aprovação do Ministério do Planejamento.

O Diretor informou que localizará e analisará o processo e abriu um novo espaço na sua agenda no próximo dia 04/09/18, data que já havia sido agendada uma reunião entre os Senadores Medeiros, Flexa Ribeiro com o Ministro do Planejamento.

Participaram da reunião: o presidente da FenaPRF, Deolindo Carniel, o diretor jurídico da FenaPRF Marcelo Azevedo, o diretor de patrimônio Carlos Lima; além de Marcos Antônio Pampolha Gomes da Silva (SinPRF-TO), Mauro Borges das Neves e João Edson Farias da Costa (SinPRF-PA/AP), Antônio Neto (SinPRF-AM) e Tony Wolf (SinPRF-MA).

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.