Policiais rodoviários federais podem cruzar os braços