Projeto agrava pena para quem usa dispositivos de comunicação em crimes