Relator defende mais rigor na progressão de pena e concessão de indulto e perdão