Sem proposta, governo prefere retaliar direito dos servidores à greve. Categoria deve resistir