Servidores apontam intransigência do governo e vão continuar em greve