Servidores querem mais força para a negociação coletiva