Sindicatos conseguem aumentos reais em 85% das negociações salariais no primeiro semestre