Sobre o mito das eleições como barreira aos concursos públicos