Ministério da Segurança Pública e Intervenção no Rio são pautas do Gabinete Integrado

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Gabinete Integrado de Segurança Público se reuniu na tarde desta segunda-feira (26), na sede da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), para discutir o novo Ministério de Segurança Pública e a Intervenção Federal no Rio de Janeiro. O vice-presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Dovercino Neto, representou a entidade nesse encontro.

Dovercino Neto, vice-presidente da FenaPRF, participou da reunião. | Foto: Thiago Henrique de Morais (Agência FenaPRF)

Por cerca de duas horas, representantes de diversas categorias de segurança pública debateram sobre a situação no Rio de Janeiro. De acordo com o Gabinete, há o apoio para com a intervenção federal, mas que é necessária uma atenção as forças de segurança pública. “Não podemos tratar como uma solução de todos os problemas, pois é preciso valorizar a segurança pública em um todo”, destacou José Robalinho Cavalcanti.

Quanto ao Ministério de Segurança Pública, que deve ser chefiado pelo atual ministro da defesa, Raul Jungmann, o Gabinete Integrado vê o nome com bons olhos. Contudo, o Gabinete acredita que seja necessário a inclusão de assessores oriundos das carreiras da PRF, Polícia Federal e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Segundo o ministro da justiça, Torquato Jardim, a nova pasta contará com nove assessores diretos ao ministro.

Como o ministério será criado por uma medida provisória, há a intenção por parte do Gabinete para que a composição da comissão mista, que é composta por deputados e senadores, seja com membros ligados à segurança pública, principalmente para uma melhor eficácia na desenvoltura da nova pasta. A MP deve ser publicada no diário oficial nesta terça-feira (27) pelo presidente Michel Temer.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.