Multiplicação de pastas tem impacto baixo nos gastos de custeio da União