Policial rodoviário federal não é escravo