Para governo de Santa Catarina, presença da Força Nacional é desnecessária