Author Archive:

RN: Dupla é presa com 2 quilos de cocaína em fiscalização da PRF na Grande Natal

Uma dupla foi presa com dois quilos de cocaína dentro do carro na tarde desta quinta-feira (22) em uma abordagem padrão feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no posto da BR-101 em São José de Mipibu, na Grande Natal.

O carro, do tipo Corsa, era conduzido por um homem de 28 anos de idade, que estava acompanhado de outro de 44.

Segundo a PRF, a dupla se mostrou muito nervosa durante a abordagem, o que chamou a atenção dos policiais, que decidiram fazer uma busca mais minuciosa no interior do carro. Os dois tabletes de cocaína foram encontrados na parte de baixo do painel do lado do motorista. Ao todo, a droga pesava 2,1 quilos e está avaliada em cerca de R$ 40 mil.

Os dois contaram aos policiais que receberiam R$ 1.500 pelo transporte da droga. Ele são residentes da cidade de Campina Grande, na Paraíba, para onde iriam, segundo contaram à PRF. Após o flagrante delito, os dois homens foram presos e levados com o veículo e a droga para a Central de Flagrantes em Natal.

Essa é a segunda apreensão de droga feita pela PRF nesta semana que envolve esse trecho da BR-101. Na terça-feira passada (20), foram apreendidos 166 quilos de maconha encontrados no porta-malas de um carro após perseguição dos policiais até Monte Alegre.

Fonte: G1

PE: Cinco homens são detidos com cerca de 280 kg de maconha na BR-101, em Água Preta

Cinco homens foram detidos com cerca de 280 kg de maconha e 200 gramas de cocaína na madrugada desta quarta-feira (21), na BR-101, em Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco. O flagrante foi realizado em uma ação integrada da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar.

De acordo com a PRF, a droga estava sendo transportada dentro de um táxi, que era acompanhado por outros dois carros. Os outros veículos davam cobertura ao transporte do entorpecente, conforme informou a polícia.

O grupo foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Palmares, que irá investigar o caso.

Fonte: G1

Entidades de servidores públicos discutem sindicalismo em Belo Horizonte

Na noite de ontem, terça-feira (20), ocorreu o 1° Encontro Regional de Entidades de Servidores de Carreiras e Atividades Típicas de Estado, realizado no auditório do SINDILEGIS em Belo Horizonte.

Com o tema “O Novo Sindicalismo: O Sindicalismo em tempos de sociedade hiperconectada”, o encontro reuniu algumas das entidades mais importantes representativas do funcionalismo público.

Este foi o primeiro encontro dessa característica realizado pela CONACATE (Confederação Nacional das Carreiras Típicas de Estado), e trouxe um conteúdo informativo e enriquecedor que fará os próximos encontros terem cada vez mais adesão.

Se apresentou para palestrar sobre o tema o professor e consultor internacional em ciências e técnicas, representante da fundação Altadir no Brasil, Aristogiton Moura, falando sobre as mudanças na sociedade, política e sistema sindical dos últimos tempos, onde o mundo sólido se transforma muito rapidamente em mundo líquido, e as estruturas precisam se adaptar para que os sistemas voltem a entrar em equilíbrio.

Para os sindicatos e federações presentes ficou a mensagem de se reinventar, buscando acompanhar as mudanças de perto, e até se precaver diante de indicativos de mudanças futuras, para que as entidades continuem cumprindo sua a missão de defender com eficiência os direitos dos seus representados, buscando melhorias mesmo em cenários adversos.

O Diretor de Comunicação da FenaPRF, Fábio Jardim, esteve presente representando a entidade, que é filiada à CONACATE.

FenaPRF busca no TCU equiparação da atividade militar para policiais

Na última terça-feira (20), a FenaPRF se reuniu com Walton Rodrigues, ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). A pauta do encontro foi o enquadramento dos servidores dos antigos Territórios Federais e a equiparação do tempo de serviço prestado às Forças Armadas ao tempo de atividade policial.

O encontro, marcado pelo deputado federal Nicoletti (PSL/RR), ocorreu na sede do TCU. Antes de ingressar na Polícia Rodoviária Federal, o parlamentar trabalhou por 15 anos nas Forças Armadas.

Foi destacado pelos representantes da PRF a aprovação em dois turnos do texto da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, que regulamenta a equiparação do tempo militar como atividade policial.

Parlamentares homenageiam a PRF em sessão solene na Câmara

Diversos parlamentares e autoridades públicas compareceram à sessão solene em homenagem aos 91 anos da PRF, ocorrida no Plenário Ulysses Guimarães, na Câmara dos Deputados na manhã desta terça-feira (20). O evento foi marcado por discursos de orgulho da polícia e apoio a pautas importantes que ainda estão pendentes.

Mediada pelo Presidente da Frente Parlamentar em Defesa da PRF, Deputado Federal Hugo Leal (PSD/RJ), a solenidade contou com mais de 100 policiais rodoviários federais, 20 parlamentares e diversos representantes de outras categorias.

Quem abriu a série de discursos foi o deputado federal Fábio Henrique (PDT/SE) – que é PRF e está em seu primeiro mandato – falando sobre o prazer que é fazer parte dos quadros da polícia de estrada.

“Parabéns a nós policiais que fazemos parte da história da PRF, a nós que participamos do passado e dessa construção da polícia. Parabéns a nós que fazemos parte dessa instituição, uma das mais respeitadas no Brasil”, saudou Fábio Henrique.

O deputado José Medeiros (PODE/MT) destacou o papel social da polícia e os resultados apresentados ano após ano. “A PRF cuida de crianças, foi uma das primeiras instituições brasileiras a se preocupar com a prostituição infantil nas rodovias; ela cuida do meio ambiente, é uma das polícias no mundo que mais combate desmatamento e pesca ilegal e também cuida dos acidentados nas rodovias. Temos uma polícia que foi evoluindo e é elogiada em todos os locais onde chegamos”, disse.

Ferrenha defensora do trânsito seguro, a deputada Christiane Yared (PL/PR) afirmou que, apesar dos ótimos números, a polícia necessita de mais investimentos. “Estamos solicitando o aumento de efetivo da PRF por conta da retirada dos radares e também apresentei um projeto de lei pedindo que as viaturas sejam blindadas, os policiais precisam do mínimo de segurança para trabalhar”, defendeu.

O presidente da FenaPRF, Deolindo Paulo Carniel, agradeceu a presença de todos os policiais e deputados que compareceram ao evento na manhã da terça-feira (20) e afirmou que a dedicação tem sido o principal pilar do sucesso na atuação dos PRFs.

“Todos os resultados que trouxemos até hoje só são possíveis pelo trabalho diuturno dos policiais rodoviários federais. Essa instituição é feita por guerreiros que lutam no dia a dia pela segurança viária no trânsito brasileiro”, disse Carniel.

Orgulhoso, o presidente da mesa, Hugo Leal (PSD/RJ), ressaltou ainda a expertise da polícia em eventos que movimentam grandes quantidades de pessoas. “Para mim, presidente da frente parlamentar em defesa da PRF, não causa espanto o alto número da aprovação da polícia perante à sociedade. A PRF também foi reconhecida mundialmente pelo êxito em suas operações de grandes eventos como a jornada mundial, copa das confederações, copa do mundo, olimpíadas e paraolimpíadas. Agradeço a vocês que eu tenha o privilégio de ser o presidente da frente parlamentar”, disse o deputado.

O evento
Por requerimento dos deputados Hugo Leal (PSD/RJ), Nicoletti (PSL/RR), Mauro Lopes (MDB/MG) e Fábio Henrique (PDT/SE), a sessão solene homenageou os 91 anos de existência da PRF, completados no último mês, em julho.

Cerca de 15 parlamentares usaram os microfones do plenário mais nobre da Câmara dos Deputados para prestar homenagem à PRF e aos policiais que a compõem, a sessão solene começou às 11h e só teve fim às 13h45.

NOTA PÚBLICA – Projeto de abuso de autoridade

A Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), entidade que congrega os 26 sindicatos estaduais, representando 15 mil policiais rodoviários federais de todo o país, diante da aprovação pela Câmara dos Deputados no dia 14 de agosto, do Projeto de Lei nº. 7.596/2017, que trata de crimes de abuso de autoridade, vem a público se manifestar nos seguintes termos.

É de senso comum que a atividade policial no Brasil é de extremo risco, levando os homens e mulheres que trabalham na segurança pública brasileira a um nível de exposição de vida que eleva a mais de duas vezes a chance de morte em razão da atividade que qualquer outra profissão no país. Somente no ano de 2017, 542 policiais perderam suas vidas em defesa da sociedade brasileira;

O cenário de violência e criminalidade que assola e assusta os brasileiros nos últimos anos levou a uma mudança de pensamento social expressa nas urnas, que alçou aos cargos eletivos a maior quantidade de pessoas ligadas à área de segurança pública já registrada em tempos democráticos no Brasil;

A vontade da população expressa nas urnas, entretanto, se viu vilipendiada com as distorções aprovadas na Câmara dos Deputados esta semana, no projeto de abuso de autoridade;

A criminalização excessiva e desproporcional de condutas relacionadas à atividade policial, presente no texto do projeto de lei aprovado, torna ainda mais insegura a atividade de defesa e proteção da sociedade brasileira;

Os policiais e profissionais de segurança pública em geral, além do apoio da sociedade, necessitam de uma maior proteção e retaguarda jurídica para conseguirem desempenhar suas atividades. Mas em oposição a esta latente necessidade, o projeto de lei aprovado afirma grave insegurança jurídica, criminalizando aqueles que mais se expõem a risco para combater os crimes que verdadeiramente barbarizam nossa sociedade;

Repudiamos qualquer tentativa de enfraquecimento da segurança pública brasileira e apelamos para que o bom senso seja reestabelecido no debate e que as distorções aprovadas sejam imediatamente revistas.

Brasília, 16 de agosto de 2019.

Diretoria Executiva da FenaPRF.

NOTA PÚBLICA – Suspensão do uso de radares nas rodovias

A Federação Nacional Dos Policiais Rodoviários (FenaPRF), a respeito do despacho do presidente da república determinando a imediata suspensão de utilização de equipamentos de controle de velocidade nas rodovias federais, manifesta sua preocupação com a real possibilidade de aumento da violência no trânsito.

Nos últimos anos, o trabalho e dedicação de cada policial rodoviário federal, com o auxílio de instrumentos e tecnologias na fiscalização e educação para o trânsito, têm contribuído para a diminuição dos números de acidentes e de vítimas do trânsito nas rodovias e estradas brasileiras.

A utilização de tecnologias na fiscalização é fundamental para a redução do alto número de acidentes e mortes no trânsito. As maiores nações do mundo utilizam o controle de velocidade com equipamentos de radar, e diversos estudos demonstram a eficácia do controle de velocidade na redução da mortalidade nas estradas e rodovias.

A fiscalização pode e deve ser aprimorada continuamente. E aqui concordamos que é necessário o aprofundamento nos estudos para que o controle de velocidade sempre tenha o caráter educativo e que busque unicamente a redução da violência no trânsito, e não se configure como meio arrecadatório.

Entendemos que a imediata e completa suspensão dos equipamentos de controle de velocidade, sem quaisquer estudos de impacto prévio, pode contribuir para um aumento significativo no número de acidentes decorrentes do abuso da velocidade, gerando o aumento no número de mortos e feridos, vítimas de um trânsito mais violento.

A missão maior dos PRFs é salvar vidas. O uso adequado e técnico de equipamentos de radar é um dos meios que contribuem exitosamente no cumprimento desta missão e a FenaPRF segue defendendo esta utilização na fiscalização viária, com os devidos ajustes e estudos que permitam que o caráter educativo e de preservação da vida seja sempre o objetivo a ser alcançado.

A FenaPRF espera que a discussão sobre o tema possa envolver toda a sociedade brasileira e que de maneira técnica possamos atingir o objetivo maior da preservação da vida e integridade física dos condutores que transitam diariamente nas rodovias nacionais.

PI: PRF apreende carga de maconha avaliada em R$ 5 milhões

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante abordagem de rotina, realizaram a apreensão de meia tonelada de maconha no final da noite de ontem (12), na BR-316, na cidade de Picos, Sul do Piauí. Segundo informações da PRF, o carregamento de maconha estava sendo transportado em um fundo falso de um caminhão de pequeno porte. A droga está avaliada em R$ 5 milhões.

Aproximadamente meia tonelada de uma substância análoga a maconha foi encontrada empacotada e prensada em centenas de tabletes que estavam escondidos na carroceria do caminhão. Os agentes prenderam ainda dois homens, ainda não identificados, que estavam em um veículo VW/GOL 1.6 dando cobertura à carga.

De acordo com a PRF, os agentes desconfiaram do condutor do veículo de carga quando o veículo fez uma manobra brusca ao avistar as viaturas da PRF. Ao perceberem o comportamento suspeito, os agentes realizaram uma busca minuciosa e conseguiram detectar um fundo falso na carroceria do veículo, onde estava a droga. O condutor informou para os agentes que a droga vinha do estado do Mato Grosso do Sul e tinha como destino o estado do Rio Grande do Norte.

Os agentes ainda estão realizando diligências no sentido de detectar ainda possíveis envolvidos. Os homens, o carregamento de droga e os veículos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil no município de Picos/PI para os procedimentos que o caso requer.

Fonte: Portal O Dia

PR: PRF apreende ‘ônibus escolar’ com quase 1 tonelada de maconha

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nesta terça-feira, 23, um ônibus com 933,8 quilos de maconha em Alto Paraíso, na região noroeste do Paraná. A droga estava escondida dentro de um compartimento do veículo, que foi pintado e adesivado para parecer um ônibus escolar. Por meio do número da placa, a PRF descobriu que o veículo, na verdade, pertence a uma empresa privada de transporte coletivo.

Os agentes desconfiaram do ônibus com placa de Londrina (PR), porque julho é mês de férias escolares — ou seja, ele não deveria estar circulando. A apreensão foi feita na rodovia BR 487, uma rota conhecida de escoamento de drogas plantadas no Paraguai. Além da maconha, foram encontrados 14,6 quilos de skunk, um derivado mais forte da droga proveniente da planta Cannabis sativa.

O motorista do ônibus foi preso em flagrante. Ele disse aos policiais que pegou o ônibus em Naviraí, em Mato Grosso do Sul, próximo à fronteira com o Paraguai, e o levaria a Maringá, no interior do Paraná. Acabou sendo detido no meio do caminho. Ele deve responder pelo crime de tráfico de drogas, que prevê até quinze anos de prisão.

Fonte: Veja

SinPRF/MS realiza segunda edição de corrida de rua

O Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais de Mato Grosso do Sul (SINPRF-MS) realizou a segunda edição da corrida Desafio Velozes do Asfalto, com apoio da FenaPRF. O evento marca o aniversário de 91 anos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), criada no dia 24 de julho de 1928 por Whashington Luiz.

O presidente do SinPRF/MS ressaltou a parceria realizada com a prefeitura para a organização do evento. “Agradeço a presença do prefeito e a parceria neste evento, que tem como objetivo promover a integração da população com o trabalho realizado pelos policiais”, disse Ademilson de Souza Benitez.

A prova contou com um percurso de 5km, reuniu 500 atletas, entre eles mais de 30 PRFs. A largada aconteceu no estacionamento do Shopping Bosque dos Ipês no final da tarde deste sábado (20). “Mais uma vez tivemos as 500 inscrições esgotadas, isso demonstra que esta corrida já entrou para o circuito dos atletas do estado”, afirmou o organizador do evento, Wanderley Alvez dos Santos, diretor do SINPRF-MS.

Classificação geral:

Masculina
1) Claudemir Gomes da Silva
2) Roberto Wuitschik
3) Claúdio Moraes Gomes
4) Pedro Henrique Souza
5) Ismair Alves da Silva

Feminina
1) Marileide Coelho
2) Thais Renata Roland Delazari
3) Sebastiana Batista dos Santos
4)Ana Paula Cândida de Souza
5) Cláudia F. Nunes